Ponto e Vírgula 11/05/2022

Ponto e Vírgula 11/05/2022

Sobe - Prefeitura e Centro Poeta Casa dos Sete, que juntos, estão ofertando curso voltado à mulheres que desejam empreender.

Desce - Governo Federal, pela falta de ações que possam minimizar os aumentos constantes de combustíveis.

Relatório

O relatório final elaborado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga supostas irregularidades nos contratos da Saúde, deve ser apresentado nos próximos dias. O presidente da comissão garantiu que o resultado dará "dor de cabeça ao Executivo".

Retirada

A Justiça Eleitoral acatou pedido do PT da Bahia e determinou, na segunda-feira (9), por meio de liminar, a retirada de uma publicação nas redes sociais do pré-candidato ao Governo da Bahia ACM Neto (UB), que foi classificada como propaganda eleitoral. Segundo a decisão do desembargador do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Vicente Oliva Buratto, a campanha de Neto teria "alterado letra de música popularmente conhecida, com a decorrente divulgação da referida adaptação musical em sua rede social como propaganda de cunho eleitoral, na medida em que seu conteúdo consta verdadeiro pedido de voto, formulado em período proscrito pela legislação".

Debate

A Procuradoria Regional Eleitoral no Estado da Bahia (PRE-BA) ingressou com representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) no qual pede a concessão de tutela provisória liminar a fim de impedir a realização de debate entre candidatos ao governo da Bahia antes de 16 de agosto. A ação, com propósito de obtenção de tutela inibitória, visa impedir a realização de debate pela TV Band Bahia marcado para 7 de agosto - no dia 14, a emissora realizará o primeiro debate entre presidenciáveis. A Procuradoria considera que a realização dos debates nessas datas configura crime eleitoral.

Emendas de relator

O Congresso Nacional encaminhou no fim da tarde de segunda-feira (9), ao STF (Supremo Tribunal Federal) um conjunto de 100 documentos com indicações de autores das emendas RP9 - as chamadas emendas de relator. Os dados se referem às informações fornecidas por 340 deputados federais e outros 64 senadores. Esses 404 parlamentares representam 68% do total de 594 no Congresso, somando as duas Casas legislativas.

Categorias

Em busca da reeleição, o governo Jair Bolsonaro prepara propostas que agradem categorias consideradas fundamentais para a recondução do presidente ao Palácio do Planalto, no pleito de outubro. Várias áreas do funcionalismo público têm anunciado greves em busca de reajuste salarial. Os servidores não têm mudança na remuneração desde 2019. Por reajustes salariais, servidores do Banco Central, do INSS e do Ministério do Trabalho estão em greve, o que aumenta a pressão sobre o governo, que tinha anunciado um aumento apenas para policiais federais.

Roberto Jefferson

Após o indulto concedido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), o presidente de honra do PTB, Roberto Jefferson, também deseja receber o perdão presidencial, caso seja condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Conforme apurou o jornalista Guilherme Amado, no portal Metrópoles, Jefferson, que está em prisão domiciliar, confidenciou a familiares que não há motivos para o chefe do Executivo não repetir com ele o gesto feito ao deputado.

Liberdade de imprensa

O jornalista Jamil Chade recebeu ameaças de morte em suas redes sociais. O colunista do portal Uol disse que os ataques começaram depois de publicar um texto sobre a "difusão do ódio como instrumento de poder". O comunicador mostrou as ameaças em seu perfil no Twitter e classificou a situação como "insuportável" e "inaceitável". "Espero te ver em uma geladeira de algum IML [Instituto Médico Legal] por aí", diz um dos ataques. "Sai na rua aqui malandrão", escreveu um outro internauta. O jornalista afirmou que: "Em 2022, não estamos apenas votando para presidente. Estamos definindo quem somos".

Alerta

Assessores do ex-presidente Lula foram alertados de que bolsonaristas estariam planejando um protesto contra o petista durante sua passagem por Juiz de Fora (MG), onde ele cumprirá agenda hoje (11). Com o alerta, a campanha de Lula decidiu redobrar a segurança do petista em Minas, alterando também o local do ato político. A informação é do colunista Igor Gadelha, do site "Metrópoles". Comandada pela ex-deputada federal Margarida Salomão (PT-MG), Juiz de Fora foi a cidade onde o presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu uma facada na campanha de 2018. 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 29 Janeiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado