Ponto e Vírgula 15/09/2022

Ponto e Vírgula 15/09/2022

Sobe - Galeria de Arte Carlo Barbosa (no CUCA) por ser reaberta ao público a partir de hoje.

Desce - Candidatos que não propõem medidas efetivas para por um fim à fila de regulação.

Corrida ao Senado

O senador Otto Alencar, candidato à reeleição pelo PSD, lidera a mais nova pesquisa do Instituto Datafolha, contratada pela Rádio Metropole, e divulgada na quarta-feira (14). Ele tem 39% das intenções de votos na estimulada. Em segundo lugar, aparece o deputado federal Cacá Leão (PP), com 16%. Raíssa Soares (PL) tem 8%.

Corrida ao Senado I

Cícero Araújo (PCO) tem 3%, Tâmara Azevedo (Psol) tem 4%, e Marcelo Barreto Luz para Todos (PMN) aparece com 3%. Brancos e nulos somam 14%, os entrevistados que não sabem em quem votarão somam 14%. O nível de confiança é de 95%.

Crescimento

A mais recente pesquisa Dataflolha, divulgada ontem (14), apontou crescimento de 12 pontos de Jerônimo Rodrigues (PT) em relação ao último levantamento, realizado em 24 de agosto. O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, comemorou o resultado.

Proibiu

Por unanimidade, o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou mais duas decisões mandando suspender propaganda eleitoral do presidente Jair Bolsonaro (PL), em que a primeira-dama Michelle Bolsonaro aparecia em 100% do tempo. Segundo a legislação eleitoral, a participação de apoiadores de um candidato deve se limitar a 25% da peça publicitária.

Negou

A ministra Maria Claudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou um pedido da campanha de Lula, que queria a remoção de vídeo divulgado pelo PL sobre os eventuais "estados emocionais e passionais" e que, segundo advogados do PT, induzia a pensar que Bolsonaro é "perseguido pela oposição e seria a salvação do país". A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Forças Armadas

O Ministério da Defesa estabeleceu as diretrizes para o emprego das Forças Armadas nas eleições deste ano. O documento foi publicado na edição do Diário Oficial da União de quarta-feira (14). De acordo com o plano, Marinha, Exército e Aeronáutica vão atuar em regiões apontadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em que há necessidade de reforço na segurança e dificuldade logística durante votação e apuração dos votos. Um levantamento recente realizado pela CNN Brasil indica que ao menos 453 municípios já teriam apresentado essa demanda ao TSE.

R$ 1 milhão

Partido coligado ao PL do presidente Jair Bolsonaro, o PP de Ciro Nogueira doou R$ 1 milhão à campanha de reeleição do presidente. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo. Segundo a publicação, o PL já havia destinado R$ 10,09 milhões para custear os gastos eleitorais. O Republicanos, terceiro partido coligação, ainda não repassou nenhum tostão à campanha de Bolsonaro. 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 09 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/