Ponto e Vírgula 29/09/2021

Ponto e Vírgula 29/09/2021

Sobe - Editora da UEFS, pela produção literária que ensejou edição de 300 títulos em 2 anos.

Desce - Prevent, que pela denúncia da advogada dos profissionais da operadora, realizou 'pacto' junto ao gabinete paralelo em defesa da cloroquina.

Embasa

Consta na agenda do prefeito Colbert Martins (MDB) uma reunião na manhã de ontem (28), entre ele e representantes da Embasa. A Companhia não ofertará mais, o que antes se pretendia colocar ações na bolsa de valores, o que faria com que o Estado perdesse o controle. A comitiva veio à Feira para informar ao prefeito a intenção de fazer uma PPP apenas para o gerenciamento do esgotamento sanitário. Ficando fora a distribuição.

Fazendo contas

O presidente Jair Bolsonaro começou pela Bahia as comemorações dos 1000 dias de governo. Segundo o jornalista José Simão, 500 dias foram atividades no "cercadinho", 400 dias em motociatas, e 100 dias brigando com o ministro Alexandre de Moraes, do STF.

Membros

No decorrer da próxima semana serão definidos os membros da CPI da Saúde, que será instalada pela Câmara Municipal para apurar denúncias de irregularidades no setor. A nomeação dos vereadores que vão compor a comissão depende apenas da orientação do juiz Nunisvaldo dos Santos, da 2ª Vara da Fazenda Pública, sobre o processo, solicitada pela presidência da Casa Legislativa.

Impactos

Discutir a PEC n° 32/2020, que trata sobre os impactos da reforma administrativa na carreira dos servidores públicos. Esse é o objetivo da audiência pública que ocorrerá dia 1º de outubro, às 9h, na Câmara Municipal. A audiência será transmitida também via Google Meet e através do canal do YouTube da Casa da Cidadania (Ascom Câmara Feira).

Inversão de valores

O presidente nacional do Democratas e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, voltou a criticar as gestões petistas que governaram a Bahia, nos últimos 15 anos. Para Neto, que deve disputar o Palácio de Ondina, nas eleições de 2022, existe uma inversão de valores no estado. "Nosso estado devia ser primeiro lugar na educação, mas, infelizmente, é o último. Devia ser último em número de homicídios, mas, infelizmente, é o primeiro", afirmou Neto.

Reforma

O senador baiano e relator da reforma do Imposto de Renda (IR), no Senado, Angelo Coronel (PSD), almoçou com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), na segunda-feira (27). O encontro, que não constava na agenda oficial de Lira até o início da noite de segunda, ocorreu na residência oficial da presidência da Câmara, em Brasília. Segundo apuração da coluna Igor Gadelha, do Metrópoles, a reunião foi uma iniciativa de Lira. Ele pediu a Coronel que tente preservar o texto da reforma aprovado pela Câmara, para evitar que o projeto volte para nova votação dos deputados.

Adoção de medidas

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ajuizou uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir um investimento anual em R$ 1 bilhão, no Programa de Aquisição de Alimentos. A medida visa combater a fome que assola o país, principalmente neste período de pandemia. Segundo a Ordem, as ações e omissões do governo federal em relação ao combate à fome violam os direitos fundamentais à alimentação adequada, à saúde e à dignidade humana.

Derrubou

O Congresso Nacional derrubou o veto do presidente Jair Bolsonaro à proposta que permitia que partidos políticos se organizassem em uma federação, pelo tempo mínimo de quatro anos. A derrubada dá sobrevida às siglas pequenas, que corriam o risco de serem extintas. Para ser derrubado em definitivo, o veto precisava ter votos contrários da maioria absoluta dos senadores e deputados federais. A votação foi apertada no Senado, com 45 votos a favor da derrubada do veto, contra 25 pela manutenção - eram necessários 41 votos.

Um prazer

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que será "um prazer" debater com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) caso os dois sejam candidatos às eleições em 2022. O chefe do Executivo minimizou a força eleitoral do petista quando os jornalistas citaram pesquisas de intenção de voto que o colocam à frente na disputa pelo Palácio do Planalto.

Auxílio Brasil

O Congresso Nacional aprovou o PLN 12/2021, que promove alterações na atual Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) a fim de viabilizar o Auxílio Brasil, o novo programa social, que vai substituir o Bolsa Família. O texto foi aprovado primeiro na Câmara dos Deputados e depois no Senado e segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 07 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/