Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Micareta

todas as notíciasseta

Reunião da FPI discute pela primeira vez possibilidade de suspender Micareta

A proposta foi indicada pela Polícia Militar, através do Major PM Lúcio, que alertou para toda incerteza criada devido ao novo vírus


10/03/2020 às 04:15h

Reunião da FPI discute pela primeira vez possibilidade de suspender Micareta
Crédito: Reprodução

Na manhã desta terça-feira (10) foi realizada a primeira reunião de 2020 da comissão da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) da Micareta de Feira de Santana, que aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde.

 

A FPI tem por objetivo repassar recomendações básicas que os proprietários de camarotes e blocos devem obedecer se não quiserem ter os empreendimentos embargados para a Micareta.

 

O Corpo de Bombeiros, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e demais órgãos, passam todas as recomendações de segurança que os donos de camarotes têm que tomar, desde a elaboração de projetos, fiscalização, segurança e  montagem.

 

Proposta de votação para adiamento


A proposta foi indicada pela Polícia Militar, através do Major PM Lúcio José Fonseca da Silva, da 64ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), que alertou para toda incerteza criada devido ao novo coronavírus em todo mundo. "O mais prudente é o adiamento do evento para uma data mais propícia", disse .

 

Prudência 


O promotor de Justiça Aldo Rodrigues alertou para a irresponsabilidade das falsas informações referente a doença, o que pode causar pânico na população, e informou que aguarda um laudo técnico do Município e Estado a respeito da doença.

 

Segundo o promotor, na reunião, ele apresentou qual o papel do Ministério Público neste aspecto, o que o órgão pensa em fazer com relação a essa situação e destacou que a intenção do trabalho do MP é agir dentro de uma proposta técnica que exista pelo possível risco de danos irreparáveis para a população de Feira de Santana.

 

“Vamos aguardar os laudos para saber se pode ter ou não a Micareta. São situações sérias, que precisam ser analisadas com uma coletividade na área de saúde. No momento, o Ministério Público não pode tomar uma decisão de dizer até quando pode esperar para adiar ou não a festa, pois ainda existem incertezas na proliferação da doença.

 

O secretario de Esporte Cultura e Lazer, que é presidente da FPI, Edson Borges, afirmou que empresários de camarotes que participaram da reunião não contestaram a proposta, pois acham que é mais prudente definir se terá ou não o adiamento da festa, já que tem que haver um prazo, pois eles dependem de vendas e fazem uma série de investimentos.

 

Em entrevista a Rádio Transamérica FM, o prefeito Colbert Martins Filho disse estar surpreendido sobre a posição de adiamento da festa, mas para o gestor esse não é o momento de se decidir sobre adiar a festa, o que na ocasião certa será decidida. “Se tiver que fazer um ato desse, tem que cancelar todas as manifestações de rua da Semana Santa. Exatamente momento certo faremos a avaliação correta e quem faz a avaliação é médico, não é a Polícia, que tem outra função. Eu aguardo com calma e com prudência e a decisão será tomada pelos órgãos técnicos e nós temos um pessoal de saúde trabalhando permanentemente”, comentou.

 

Fazem parte da FPI os representantes do Departamento de Promoções e Eventos Especiais da SECEL; da Procuradoria Geral do Município; da Secretaria Municipal da Fazenda; da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano; da Secretaria Municipal de Saúde; da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais; da Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico; da Secretaria Municipal de Administração; da Secretaria Municipal de Comunicação; da Secretaria Municipal de Serviços Públicos; da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito; da Superintendência Municipal de Trânsito; da Secretaria Municipal de Prevenção a Violência e Promoção dos Direitos Humanos; da Coordenação Municipal de Defesa Civil; da Coordenadoria Municipal da Defesa do Consumidor; do Comando de Polícia Regional Leste; do 2º Grupamento de Bombeiro Militar; da Polícia Federal; da Polícia Rodoviária Federal; da Polícia Rodoviária Estadual; da Polícia Civil; do Departamento de Polícia Técnica; da CIRETRAN; da Inspetoria Regional do CREA; da Inspetoria Fazendária; da Vara da Infância e Juventude; da Delegacia Regional do Trabalho; e da COELBA – Grupo Neoenergia.  A FPI não tem poder de veto, mas mesmo assim fez a votação para aprovar ou não  o adiamento da festa momesca.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

Gov Bahia vale

TVGeral

Live da cantora feirense Maryzelia com o seu Samba autêntico e de qualidade.
Publicidade
Gov Bahia vale
Vilage
Gov Bahia vale
Gov Bahia vale
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas