Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Política

todas as notíciasseta

Governo fortalece apoio a vítimas de violência doméstica

O governo federal trabalha em duas frentes para combater a violência doméstica.


15/05/2020 às 07:14h

Governo fortalece apoio a vítimas de violência doméstica
Crédito: Reprodução

O isolamento social é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter o avanço da Covid-19 no país. Se por um lado essa medida visa proteger os cidadãos, o tempo maior dentro de casa expõe outra face preocupante: o aumento dos casos de violência doméstica.

 

Segundo o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), um estudo realizado pela empresa de pesquisa Decode Pulse apontou que as ocorrências cresceram em seis estados brasileiros até abril, em comparação com o mesmo período do ano passado. O aumento mais significativo foi observado em Mato Grosso (400%), seguido por Pará, São Paulo, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

 

“Uma série de fatores pode estar contribuindo para o aumento da violência contra a mulher. São fatores como o uso abusivo de drogas, do álcool, ansiedade, estresse, próprio medo do coronavírus. Isso tudo aumenta a tensão no ambiente doméstico”, aponta a Secretária Nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto.

 

O governo federal trabalha em duas frentes para combater a violência doméstica. A primeira é o fortalecimento da rede de atendimento à mulher. Por isso, o MMFDH firmou uma parceria com 11 instituições da sociedade civil e do poder público para integrar o programa “Você Não está Sozinha”, que presta atendimento de serviços essenciais para reduzir os impactos das agressões em meio ao isolamento social.

 

A segunda frente de combate, segundo o governo, é disseminar a informação de que os canais de atendimento do poder público à mulher estão em pleno funcionamento. “Posso afirmar que isso faz toda a diferença. É importante que as mulheres saibam que o estado está atento às necessidades delas”, garante Cristiane Britto.

 

Ligue 180

 

Criado em 2005, o Ligue 180 funciona 24 horas por dia e é o principal canal de atendimento e orientação da mulher em situação de violência.


Entre os serviços oferecidos, está o recebimento de denúncias, reclamações sobre os serviços da rede de atendimento, prestação de orientação legal às vítimas e direcionamento a outros serviços de apoio, se necessário.

 

Segundo o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, houve aumento de 37% nas ligações durante o mês de abril, se comparado ao mesmo período do ano passado. Outra iniciativa da pasta foi o lançamento do aplicativo “Direitos Humanos BR”. A plataforma tem basicamente o mesmo objetivo do Ligue 180, mas é voltado para situações em que a mulher não consegue fazer a ligação telefônica em uma situação de emergência, por exemplo.

 

“É para aquele momento em que a mulher está do lado do agressor, não pode ligar, mas está com o celular na mão. Ou filho ou parente que esteja próximo ao agressor pode fazer denúncia online com anonimato garantido”, pontua Cristiane Britto.

 

Outra iniciativa do ministério foi a realização da campanha “Alô Vizinho”. O governo preparou material informativo para ser distribuído por organizações como a Confederação Nacional dos Síndicos, a Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais.

 

Foram produzidos informes, cartazes e panfletos com orientações de segurança para mulheres e informações para toda a vizinhança. As peças indicam canais de denúncias como o Ligue 180, o aplicativo Direitos Humanos Brasil e o portal da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos (ONDH). Nesses materiais, há também exemplos de atos de violência previstos na Lei Maria da Penha, considerando o contexto de pandemia.

 

“Podemos evitar o feminicídio. Esse tipo de campanha envolvendo toda a sociedade acaba estimulando a denúncia e acaba fazendo com que a mulher se sinta mais segura e protegida nesse momento”, ressalta a secretária nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto. 

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Forró Balão Beijo
Publicidade
Vilage
MAIS SAÚDE BAHIA
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas