Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Municípios

todas as notíciasseta

Jovem de 20 anos denuncia ter sido espancada

Vítima disse que sofreu desmaios, por causa das agressões; polícia investiga.


28/09/2020 às 04:12h

Jovem de 20 anos denuncia ter sido espancada
Crédito: Divulgação

Uma jovem de 20 anos denunciou ter sido espancada pelo namorado, após sair de uma festa na madrugada de sábado (26), em Camacan, cidade do sul da Bahia.

 

Em entrevista ao G1, Kallyne Pereira Ribeiro contou que foi vítima de murros, tapas e chutes na cabeça e tórax. Ela conta que sofreu desmaios por causa das agressões.

 

“Eu vou ter que fazer uma tomografia, um raio X na costela, do lado esquerdo. Eu tive várias pancadas na cabeça, e tive que voltar no hospital porque eu estava tendo desmaios e reflexos, e a minha cabeça está muito machucada, o pescoço, e está doendo muito. Agora eu vou ter que fazer um raio X e vou passar pelo neurologista", afirmou.


O caso foi registrado junto à Polícia Civil, que informou que a vítima fez exame de corpo de delito e será ouvida nesta segunda-feira. O Delegado Francesco Denis, responsável pelo caso, afirmou que um inquérito regular foi aberto, pois o suspeito não foi localizado dentro das 24h do flagrante. Ele será intimado para ser ouvido e interrogado.

 

A vítima disse que ela e o suspeito estão juntos há mais ou menos um ano, entre términos e reconciliações, e que havia reatado o namoro há cerca de um mês.

 

Ela contou que, na sexta (25), saiu para uma festa com amigas, quando encontrou o namorado no mesmo local. Posteriormente, o suspeito se afastou, e ela o viu ficando com outra menina.

 

“Lá na festa, ele estava com uma menina, e aí eu bati no pescoço dele, falei que eu estava vendo e me afastei. Ele tentou se aproximar de mim duas vezes, e eu saí. Ele pediu pra dois amigos dele falarem comigo, mas eu disse que não queria", informou a jovem.

 

No momento em que estava indo embora da festa, Kallyne disse que o rapaz tentou conversar com ela, mas ela recusou novamente, momento no qual as agressões começaram.

 

“Quando eu estava indo para o carro, para ir embora, ele me puxou e uma amiga minha foi atrás. Ele estava dizendo várias ofensas e me puxando pelo braço, querendo continuar conversando, e eu tentando sair, e ele me deu dois puxões de cabelo. Foi o momento em que eu me desesperei, comecei a chorar, e os amigos dele me colocaram dentro do carro e me levaram pra casa", contou Kallyne.

 

Ao chegar em casa, a jovem entrou e os amigos do namorado dela, que a levaram para casa, foram embora. O suspeito, que mora na mesma rua, viu quando Kallyne foi deixada em casa e foi até a residência dela, pedindo para conversar.


“Ele mora na mesma rua que eu. Aí ele viu que o amigo dele parou o carro na frente da minha casa, ele abriu a porta pra mim, subiu e abriu a outra porta, porque eu moro no primeiro andar, e ele desceu. E nisso, ele [o suspeito] estava de lá da casa dele olhando tudo".

 

“Logo depois ele me ligou falando que queria conversar e saiu da casa dele, desceu a ladeira, foi em minha casa. Eu abri e ele subiu. Ele estava agindo normalmente. Então ele começou a falar que eu estava traindo ele com o amigo dele e começou a me agredir", falou a jovem.

 

"Eu tentei chamar por ajuda, só que ninguém me ouvia. E aí, mais ou menos depois de uns 30 minutos, eu consegui entrar no banheiro e mandar uma mensagem para minhas amigas, pedindo pra alguém chamar a polícia. Meu pai conseguiu chegar lá em casa e tirar ele. Logo depois, meu pai me levou pra delegacia, e depois disso eu não o vi mais", informou Kallyne.


A jovem contou ainda que recebeu informações de que suspeito foi visto nos municípios de Santa Luzia e Canavieiras, cidades próximas de Camacan.

 

“Eu tive informações que ele foi visto em Santa Luzia e depois que ele estava em Canavieiras. Como eu tenho amigos lá, todo mundo começou a compartilhar o que tinha acontecido e informaram que ele estava em Canavieiras escondido", falou. 

FONTE: G1 | BA
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO 1020

TVGeral

Debate entre os candidatos a vice-prefeito de Feira de Santana
Publicidade
PMFS
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas