Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Brasil

todas as notíciasseta

Maioria das mulheres negras não exercem trabalho remunerado

Pesquisa aponta que menos da metade das mulheres negras no Brasil exerce algum trabalho remunerado. Além disso, apenas 8% das que trabalham formalmente ocupam cargos de liderança, de gerente, diretora ou sócia proprietária


28/10/2020 às 12:12h

Maioria das mulheres negras não exercem trabalho remunerado
Crédito: Divulgação

Pesquisa realizada pela consultoria ‘Indique Uma Preta” e pela empresa Box1824 aponta que menos da metade das mulheres negras no Brasil exerce algum trabalho remunerado. Além disso, apenas 8% das que trabalham formalmente ocupam cargos de gerente, diretora ou sócia proprietária. A reportagem é do jornal Folha de S. Paulo. Das entrevistadas, 54% não exerciam trabalho remunerado e, destas, 39% estavam em busca por emprego.

 

A pesquisa “Potências (in)visíveis: a realidade da mulher negra no mercado de trabalho”, que será lançada nesta quarta-feira (28), entrevistou mil mulheres negras, com idades entre 18 e 65 anos, entre os meses de março e setembro deste ano.

 

Na fatia de 46% que estava trabalhando, 20% estavam ocupadas como autônomas. Das empregadas no mercado de trabalho formal, apenas 2% ocupavam cargos de diretora, 3% de sócia proprietária e outros 3% de gerente.


Presidentes e vice-presidentes eram tão poucas que, na pesquisa, o percentual arredondado é de 0%, embora haja casos isolados, principalmente no Nordeste.

 

A maioria das empregadas no setor formal eram assistentes ou auxiliares (23%), profissionais de administrativo ou operacional (18%), analistas (8%) e estagiárias ou trainees (5%).


Das entrevistadas, 51% relataram já ter escutado piadas relacionadas a cor, cabelo ou aparência no ambiente de trabalho; 49% disseram já terem se sentido desqualificadas profissionalmente, mesmo tendo a formação necessária para ocupar tal espaço; e 37% contaram que tiveram uma opinião, posicionamento ou ideia silenciada, enquanto a opinião de pessoas brancas eram ouvidas ou valorizadas.

 

“Apesar de a população negra ser a maioria da população, ela é ao mesmo tempo a mais subutilizada e mais desocupada. É uma força de trabalho ativa que não consegue entrar no mercado de trabalho e acaba exercendo suas habilidades aquém do que poderia”, declara Malu Rodrigues, pesquisadora da Box1824.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores.

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live do Grupo DIBEMCOMAVIDA
Publicidade
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas