Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 4,146
Euro:   R$ 4,841
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Segurança

todas as notíciasseta

Após incêndio, apartamentos em condomínio são saqueados

Caso aconteceu em dezembro de 2018. Polícia Civil não concluiu inquérito


11/06/2019 às 07:54h

Após incêndio, apartamentos em condomínio são saqueados
Crédito: Reprodução

Seis meses após o incêndio em um condomínio residencial em Feira de Santana, os moradores reclamam que vândalos arrombaram alguns apartamentos e saquearam objetos de antigos moradores.

 

"Quase todas as casas estão sendo arrombadas, saqueadas. Tiram janelas, vaso sanitário, chuveiro elétrico, tudo o que eles estão achando na frente eles estão tirando. Inclusive disjuntores, tomadas, estão tirando tudo", disse Miraildes, uma das moradoras do condomínio.


O incêndio ocorreu na madrugada de 4 de dezembro de 2018, em um prédio do condomínio Iguatemi, no bairro Mangabeira e deixou ao menos quatro pessoas mortas. Os moradores contaram que o fogo começou na fiação elétrica, e terminou atingindo duas motocicletas que, segundo os bombeiros, estavam guardadas do lado de dentro do prédio.

 

Conforme os bombeiros, por causa do combustível dos veículos, as chamas se espalharam rapidamente. Como o edifício só tem uma entrada e saída, as vítimas, desesperadas, atravessaram as chamas.

 

Após o incêndio, os moradores do condomínio reclamam da segurança no local. Segundo eles, o condomínio está em condições precárias. "A gente sente todo mundo abandonado. Ninguém se importa com ninguém, ninguém procura ninguém. Está um verdadeiro abandono, o prédio todo destruído, acabado e ninguém toma providência", contou Miraildes.


A Polícia Civil informou que ainda vai ouvir mais moradores para concluir o inquérito policial.

 

Vítimas

 

O imóvel que pegou fogo tem quatro andares e vinte apartamentos. Além do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, moradores do condomínio ajudaram a socorrer as vítimas.

 

Bárbara Brás Pereira morreu no local. Na noite do incêndio, Emilia Lima Ferreira, de 50 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), na capital baiana. Ela havia sido transferida do Hospital Clériston de Andrade, em Feira de Santana, com 100% do corpo queimado.

 

No dia 5 de dezembro, um dia após o incêndio, Jessica Ferreira Barbosa, de 25 anos, também morreu no HGE. Bruna Mile Ferreira Barbosa, de 24 anos, estava internada no HGE, com queimaduras em 90% do corpo, e morreu no dia 7 de dezembro.


No edifício, o Corpo de Bombeiros localizou extintores vazios e com prazo de validade vencido desde 2013. Com a falta de equipamento para apagar as chamas, os moradores do prédio e vizinhos usaram baldes de água.

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

PM Santo Estevão

TVGeral

9ª Edição direto do Shopping Bela Vista em Salvador
Publicidade
Academia First
Elo Engenharia
Vilage
PMFS Mutirão de Negociação de Dividas 2019
BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas