Duplicação da BA-502 pela metade é um erro

Em Busca da RazãoFeira de Santana

Duplicação da BA-502 pela metade é um erro

EDITORIAL DA SEMANA

Crédito: ACM/Secom

Atento à importância da duplicação da BA-502 para o desenvolvimento da região metropolitana, o jornalista e cientista político Carlos Augusto, também conhecido como Guto Jads, diretor e editor do Jornal Grande Bahia, considera um erro do Governo do Estado começar a obra fazendo a duplicação apenas de 6Km da rodovia estadual.

Para Carlos Augusto, deve haver um bom senso do Governo do Estado, pautando pelo melhor emprego do capital. O projeto amplo prevê a ligação de Feira de Santana a São Gonçalo e de São Gonçalo conectando a Conceição da Feira e a BR-101.  Entretanto, nesta etapa contemplará somente um pequeno trecho entre Feira de Santana e São Gonçalo.

O jornalista e cientista político considera um equívoco a realização da obra pela metade. "Eu não costumo usar estese termos, mas usando um adágio popular, o que vemos é que o Governo do Estado fará uma obra "meia boca". É uma obra boa, mas não é o suficiente"
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 11 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/