Duplicar BA-502 pela metade é "economia de palito"

Em Busca da RazãoFeira de Santana

Duplicar BA-502 pela metade é "economia de palito"

EDITORIAL DA SEMANA

Crédito: ACM/Secom

A duplicação da BA-502 anunciada mais uma vez pelo Governo da Bahia, agora em apenas um trecho de 6Km, está frustrando as expectativas de moradores das cidades de Feira de Santana, São Gonçalo dos Campos e Conceição da Feira. 

E a decisão de redimensionar as obras não está sendo compreendida, inclusive por quem acompanha a reivindicação dos moradores da região e sabe das expectativas, como é o caso do jornalista Dilton Coutinho, âncora do Programa Acorda Cidade, que já anunciou diversas vezes cobranças das comunidades para execução do serviço. 

Na avaliação do comunicador Dilton Coutinho, a execução das obras em apenas 6Km não tem lógica. "Eu não entendo a "economia de palito" do Governo do Estado com a execução da obra de duplicação da BA-502. A rodovia é muito perigosa por falta de duplicação e do trânsito intenso. O Governo anunciou um trecho bom, mas deveria ir até a BR-101, facilitando o acesso também a Conceição da Feira", avaliou. 

Para o radialista, líder de audiência, a duplicação total da rodovia estadual é uma necessidade há muito clamada pela população. "Com a duplicação total, seria uma boa via de escoamento da produção da região, desafogando a BR-324", avalia

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 11 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado