Ponto e Vírgula 11/06/2022

Ponto e Vírgula 11/06/2022

Sobe - Programa Conectando, da Rádio Geral, por dar destaque a pequenos empreendedores feirenses em suas entrevistas.

Desce - Ministério da Economia, ao permitir que rendimento médio do brasileiro tenha queda recorde em 2021 e atinja menor valor em 10 anos.

Respeito

De improvável a impossível. Qualquer diálogo para ajustar o apoio do pré-candidato ao governo da Bahia ACM Neto (União) a candidatura à presidência da senadora Simone Tebet (MDB) foi descartado pelo ex-prefeito de Salvador. "Não vou alterar minha posição nacional. Palanque aberto [por] respeito ao [Luciano] Bivar. E assim vou seguir até o fim", indicou ACM Neto.

Perseguição

Pré-candidato a governador da Bahia com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-ministro da Cidadania João Roma (PL) acusou o governo Rui Costa (PT) de perseguir uma professora. "Educação pública na Bahia: se já não bastasse oferecer o pior ensino do Brasil, o exemplo anti-democrático de perseguir professores que não rezam na cartilha do PT. Nota Zero em respeito à liberdade de pensamento", disse o deputado em sua conta no Twitter.

Moro

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo emitiu na quinta-feira (9), a certidão de trânsito em julgado da ação que barrou Sergio Moro (União Brasil) da corrida eleitoral pelo estado paulista em 2022. Como o ex-juiz não recorreu, o caso está encerrado. Moro foi derrotado na terça (7), por um placar de 4 a 2. Além de considerar irregular a transferência do título de eleitor do ex-juiz para a capital paulista, o TRE-SP decidiu que ele está impedido de disputar qualquer cargo em São Paulo. Moro nasceu no Paraná e fez carreira naquele estado.

Dois de Julho

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva avalia participar dos festejos do Dois de Julho, em Salvador. A possibilidade foi revelada pelo senador Jaques Wagner, durante agenda no município de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na quinta (9). O ex-governador disse que fez o convite a Lula, ontem, durante uma conversa com o líder petista. A última vez que o pré-candidato ao Planalto participou do evento foi antes de se tornar presidente da República.

LDO Federal

A votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias federal para 2023 está marcada para a próxima terça-feira (14), na Comissão Mista de Orçamento. A votação foi confirmada pelo presidente do colegiado, deputado Celso Sabino (União-PA), após o relator, senador Marcos do Val (Pode-ES), ter lido o relatório preliminar na última quarta (8). Após a votação, será aberto um novo prazo de emendas, entre os dias 15 e 23 deste mês.

Busca incansável

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem (10), durante a IX Cúpula das Américas, em Los Angeles (EUA), que o governo brasileiro faz "busca incansável" pelo jornalista britânico Dom Phillips e o indigenista brasileiro Bruno Pereira, desaparecidos desde o último domingo (5), na Amazônia. "Desde o último domingo, quando tivemos informação que dois cidadãos - um britânico, Dom Phillips, e um brasileiro, Bruno Araújo – desapareceram na região do Vale do Javari, desde o primeiro momento, naquele mesmo domingo, nossas Forças Armadas e a Polícia Federal têm se destacado na busca incansável da localização dessas pessoas. Pedimos a Deus que sejam encontrados com vida", disse Bolsonaro.

Emendas

Senadores seguem nas negociações em torno do Projeto de Lei Complementar (PLP) 18/2022, que estabelece um teto para a cobrança do ICMS sobre combustíveis. Até as 12h, desta segunda (13), está aberto o prazo para apresentação de emendas, e o relator Fernando Bezerra Coelho (MDB-SE) vai ter que analisá-las para, se for o caso, incluí-las em seu voto. Até o fim da manhã de sexta-feira (10), a proposta já havia recebido 25 sugestões. O parlamentar já apresentou a primeira versão de seu relatório em Plenário, quando o presidente em exercício do Senado, Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), comunicou que o projeto seria incluído na próxima ordem do dia, que ainda não foi publicada. Até lá as negociações prosseguem, visto que a proposição enfrenta resistências de governadores, que temem perder receita de arrecadação.

Rejeição

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou duas ações do PT que denunciavam a organização de carreatas e motociatas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), em Rio Verde e Cuiabá (GO), como campanha eleitoral antecipada. A informação é do jornal O Globo. De acordo com o ministro Raúl Araújo, responsável pela rejeição da ação referente à motociata e à carreata em Rio Verde, não houve "pedido explícito de voto" por parte de Bolsonaro, no evento e suas críticas a adversários, "mesmo que veementes, fazem parte do jogo democrático". 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 08 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/