AGU aciona Justiça para cobrar R$ 628 milhões de infratores ambientais

BrasilMeio ambiente

AGU aciona Justiça para cobrar R$ 628 milhões de infratores ambientais

A maior parte das ações é para garantir o pagamento multas ambientais 

Crédito: Reprodução

O governo Luiz Inácio Lula da Silva deu entrada nesta segunda-feira (5) em 765 ações judiciais contra infratores ambientais. O valor cobrado nos processos chega a R$ 628 milhões.

A iniciativa, a cargo da Advocacia-Geral da União (AGU), faz parte de uma campanha pelo Dia Mundial do Meio Ambiente.

A maior parte das ações é para garantir o pagamento multas ambientais. Também há pedidos de indenização contra desmatadores. Conheça os processos movidos pela AGU:

- 737 ações de execução fiscal para garantir o pagamento de R$ 145 milhões em multas ambientais aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio);

-28 ações civis públicas contra suspeitos de desmatamento. O objetivo é recuperar 22 mil hectares de área degradada e obter R$ 483 milhões de indenização por danos ambientais.

A AGU também reforçou pedidos em 44 ações que já tramitavam na Justiça. Um deles é contra a Samarco, pelo rompimento da barragem do Fundão, em Mariana (MG), em 2015. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 20 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/