Força Nacional do SUS tem voluntários de 21 estados e do DF atuando no RS

BrasilForça Nacional

Força Nacional do SUS tem voluntários de 21 estados e do DF atuando no RS

Mais de 4,4 mil pessoas no Rio Grande do Sul já receberam assistência 

Foto: Agência Gov | Via Ministério da Saúde

A Força Nacional do Sistema Único de Saúde (FN - SUS) conta com voluntários de todo o país. O grupo tem integrantes de 22 unidades da federação imbuídos da missão de salvar vidas e dar assistência à população gaúcha.

O grupo começou a atuar no desastre em 5 de maio. Desde então, mais de 4,4 mil pessoas já receberam assistência. O Ministério da Saúde conta com quatro hospitais de campanha. O último a ser montado, em Novo Hamburgo, começa a funcionar nos próximos dias.

São 21 estados e o Distrito Federal unidos para manter e ampliar a assistência em saúde no Rio Grande do Sul, que teve 97% do território devastado por severas enchentes .

Conceição Mendonça, coordenadora de Diagnóstico Vivo e Planejamento da Força Nacional do SUS, afirma que a união demonstra o poder do SUS , o maior sistema público de saúde do mundo.

"São pessoas de raças, religiões e de culturas diferentes. Essas pessoas compõem um SUS universal que faz de prevenção até cuidados paliativos", salienta. Conceição adianta que voluntários do Acre, Amapá, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins já foram selecionados para compor o quadro da FN-SUS no Rio Grande do Sul.

O grupo é composto por emergencistas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) . "São profissionais altamente capacitados para enfrentar esse desastre. É importante falar que a expertise eleva ainda mais a qualidade do sistema de saúde e da reação ao desastre. Estamos aqui em apoio integral ao estado e aos municípios", observa.

A coordenadora participou de outros momentos de atuação da Força Nacional, como no incêndio da Boate Kiss, em 2013, em Santa Maria (RS), onde 242 pessoas morreram e outras 636 ficaram feridas. "Somos os guerreiros da emergência. A Força Nacional do SUS está onde se precisa de saúde. E, agora não é diferente", ressalta.

Mais recursos

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, anunciou esta semana a destinação de mais R$ 202,2 milhões para a ampliação e manutenção da assistência no estado.

Do valor total, R$ 135,9 milhões são de recursos para reconstrução e fortalecimento da rede de saúde gaúcha. Ao todo, 33 municípios serão beneficiados.

O montante se divide em R$ 76,3 milhões oriundos do programa Novo PAC Seleções . Outros R$ 59,6 milhões serão liberados via portarias a serem publicadas. Em outra frente de atuação, o Ministério da Saúde destinou R$ 66,3 milhões para investimento na compra de medicamentos, insumos, entre outros.

Nísia ressaltou que a pasta tem bases que permitem atuar de forma coordenada e eficaz e apresentar respostas imediatas aos desastres. "Queria agradecer os trabalhadores e trabalhadoras do Sistema Único de Saúde. As bases de apoio nos permitem chegar mais longe", frisou.

Por: Ministério da Saúde 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/