Alexandre de Moraes vota para tornar réu acusado de destruir relógio histórico em ato de 8 de janeiro

BrasilSuprema Corte

Alexandre de Moraes vota para tornar réu acusado de destruir relógio histórico em ato de 8 de janeiro

O Supremo já tornou réus 1.245 pessoas

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar nesta sexta-feira (23) mais um pacote de denúncias contra os envolvidos nos atos golpistas do 8 de janeiro.

Desta vez, os ministros decidirão se tornam réus 45 pessoas denunciadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR), a maioria (37) sob a acusação de incitar as Forças Armadas contra os Poderes e de associação criminosa.

Relator do caso, o ministro Alexandre de Moraes votou pela abertura das ações penais contra os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

A análise é feita no plenário virtual do tribunal, com a inserção dos votos no sistema eletrônico da corte. O julgamento será concluído às 23hh59 da segunda-feira (26).

Há também entre os acusados quem participou da depredação às sedes dos três Poderes. Um deles é Antônio Cláudio Alves Ferreira, flagrado pelas câmeras de segurança do Palácio do Planalto destruindo o relógio histórico trazido ao Brasil por dom João 6º, em 1808.

Figuram também no julgamento os casos de Marcelo Fernandes Lima, que teria furtado a réplica da Constituição, e William Lima, flagrado com a toga de um ministro do STF.

A PGR atribuiu a quem participou do vandalismo aos prédios públicos crimes como abolição violenta do Estado democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado e deterioração de patrimônio tombado.

Um outro caso em análise pela corte é do policial legislativo Alexandre Bento Hilgenberg, acusado de "omissão no cumprimento de seus deveres funcionais".

O Supremo já tornou réus 1.245. Contando com os 45 casos incluídos no julgamento iniciado nesta sexta, ainda estão pendentes de análise 145 denúncias. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 15 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/