Morre miss que pulou do 6º andar de prédio para escapar de incêndio

BrasilTragédia

Morre miss que pulou do 6º andar de prédio para escapar de incêndio

A informação foi confirmada pela SSP de São Paulo

Crédito: Divulgação/CNB

A miss Mayara Ingrid Silva Nitão de 26 anos, que pulou do 6º andar de um prédio na Vila Olímpia (zona oeste de São Paulo) para escapar de um incêndio, morreu após ser socorrida por uma unidade de resgate. A informação foi confirmada pela SSP (Secretaria da Segurança Pública) de São Paulo.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ela sofreu parada cardiorrespiratória, chegou a ser levada ao Hospital das Clínicas, mas não resistiu.

O irmão dela, de 23 anos, inalou fumaça e foi encaminhado à Beneficência Portuguesa. Ele continua internado, segundo a assessoria de imprensa do hospital. O estado de saúde não foi divulgado.

O incêndio ocorreu na rua do Rocio, por volta das 11h de sábado (25). O Corpo de Bombeiros enviou 13 viaturas para combater as chamas.

Miss Sertão Paraibano

Mayara Ingrid Silva Nitão, mais conhecida como Maya Nitão, é uma modelo paraibana natural de Campina Grande. Ela é filha de um empresário que reside em Itaporanga, uma cidade localizada na região do sertão do estado. Recentemente, em janeiro deste ano, Maya Nitão foi coroada como a primeira Miss Sertão Paraibano CNB, conquistando assim um importante título para sua carreira na moda e beleza.

A modelo morava em São Paulo há oito anos, e dividia o apartamento com o irmão, de 23 anos, que é diretor de um cursinho para concursos. O velório de Maya está previsto para a terça-feira (28).

Pelas redes sociais, o perfil oficial do Concurso Nacional de Beleza (CNB) Miss Brasil expressou pesar pela morte da modelo.

"Era uma jovem entusiasmada e cheia de vida, sempre muito atenciosa e ansiosa pelo momento de concorrer ao título de Miss Brasil Mundo. Oramos pela recuperação do seu irmão e expressamos nosso mais profundo pesar a todos os seus familiares, amigos e fãs", diz a postagem.

Investigações

As investigações sobre as causas do incêndio seguirão pela Polícia Civil. O caso foi registrado como incêndio e comunicação de óbito pelo 14º Distrito Policial (Pinheiros). 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 21 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/