Polícia prende eleitor que quebrou urna eletrônica em Goiás

BrasilSaiba mais

Polícia prende eleitor que quebrou urna eletrônica em Goiás

O delito de quebra de urna é inafiançável e a pena prevista é de dois a seis anos de prisão 

Um homem foi preso neste domingo (2) depois de quebrar uma urna a pauladas em Goiânia. O caso ocorreu em uma seção eleitoral localizada dentro de uma unidade escolar, zona oeste da cidade.

De acordo com o jornal local O Popular, ele escondeu o bastão dentro de um guarda-chuvas e, por isso, os fiscais não perceberam o instrumento. Segundo o diretor da zona eleitoral, em entrevista ao veículo, apesar dos estragos, os votos não foram perdidos. Os eleitores daquela sessão foram realocados e puderam votar normalmente.

Em nota, a Polícia Militar declarou que o rapaz aparentava ter 'problemas psicológicos' e foi autuado pelo crime de quebra de urna, específico da legislação eleitoral. Ele foi conduzido para a sede da Polícia Federal, onde aguarda por audiência de custódia.

O delito de quebra de urna é inafiançável e está previsto no art. 339 do Código Eleitoral. A pena prevista é de dois a seis anos de prisão. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 09 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado