Sem Foo Fighters, Lollapalooza é encerrado com misto de luto e festa

BrasilFestival de música

Sem Foo Fighters, Lollapalooza é encerrado com misto de luto e festa

O festival apresentou parte de um show do Foo Fighters no Lollapalooza de 2012

Crédito: Divulgação

Em clima de luto, Emicida e Rael iniciam o show de encerramento do Lollapalooza. A apresentação que conta com nomes de peso do rap nacional, começou após um vídeo com Perry Farrel, dono do festival, comentando sobre sua amizade com Taylor Hawkins, e reproduz um áudio do baterista do Foo Fighters morto nesta sexta (25): "Cuidem de vocês, que eu tomo conta de mim. Vejo vocês em São Paulo. Amo amo amo vocês'", diz Hawkins.

Ainda antes de os rappers prestarem suas homenagens -cantando "My Hero", música de 1997 do grupo de rock-, o festival apresentou parte de um show do Foo Fighters no Lollapalooza de 2012, em São Paulo, onde o baterista canta "Cold Day In The Sun", de 2005.

Emicida anuncia que a ocasião é especial para o rap. "A música cura, a música é nossa religião, Mano Brown, DJ KL Jay, Criolo tudo no mesmo palco. Hoje é um dia histórico", comenta o rapper, que na sequência canta "Noiz", de 2013.

Criolo, que surge no palco ao lado de Emicida, veste uma camisa preta escrito "vote". No momento seguinte, gritos de "Ei, Bolsonaro vai tomar no c.!", é puxado pelo público e apoiado pelos rappers e DJ. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/