Telegram paga multa de R$ 1,2 milhão ao Supremo Tribunal Federal

BrasilMulta milionária

Telegram paga multa de R$ 1,2 milhão ao Supremo Tribunal Federal

Valor foi determinado pelo ministro Alexandre de Moraes 

Crédito: Divulgação

O Telegram comunicou ao Supremo Tribunal Federal (STF) ter feito o pagamento da multa de R$ 1,2 milhão por não efetuar o bloqueio da conta do deputado federal eleito Nikolas Ferreiras (PL-MG). O valor foi determinado pelo ministro Alexandre de Moraes.

O serviço de mensagens instantâneas informou que, mesmo após a quitação do montante, vai manter o recurso contra a decisão do magistrado. No pedido, a empresa alega que "a multa se afigura desproporcional e excessiva diante das peculiaridades do caso".

No documento, o Telegram afirma ainda que, caso Alexandre de Moraes não revogue a multa, a quantia seja reduzida para R$ 50 mil ou R$ 20 mil.

A determinação do bloqueio por Moraes do canal de Nikolas ocorreu sob a alegação do político proferir "discursos com conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática, concretizados por meio da divulgação de notícias e fatos falsos e fraudulentos". 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 02 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/