Corpo de lutador Diego Braga Alves é encontrado em comunidade após desaparecimento

BrasilTragédia no MMA

Corpo de lutador Diego Braga Alves é encontrado em comunidade após desaparecimento

Professor e ex-lutador tinha desaparecido enquanto tentava recuperar moto roubada

Crédito: Reprodução/X @LevySallahK

A tragédia abala o cenário do MMA com a trágica notícia do desaparecimento e subsequente descoberta do corpo do renomado lutador e professor Diego Braga Alves, de 44 anos. O atleta estava ausente desde a madrugada da última segunda-feira (15), quando se dirigiu ao Morro do Banco, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, numa tentativa de recuperar sua motocicleta furtada na comunidade vizinha, Muzema.

O caso, agora sob investigação da Delegacia de Homicídios, sugere que Diego Braga Alves pode ter sido confundido com um miliciano pelos traficantes locais enquanto buscava recuperar sua moto.

As buscas, conduzidas por homens do Bope e do 31º Batalhão da Polícia Militar, resultaram na triste descoberta do corpo no Morro do Banco. A polícia trabalha com a hipótese de que a situação ocorreu devido a um equívoco durante a abordagem por parte dos traficantes.

O filho do lutador, também envolvido nas artes marciais, relatou que o pai passou toda a manhã tentando localizar sua moto, que foi furtada de dentro de um condomínio, e posteriormente adentrou a comunidade controlada pelo tráfico de drogas.

Em declaração ao g1, o filho informou que amigos e policiais já estavam em busca do corpo de Diego Braga Alves: "Como estava demorando, os amigos tentaram subir, mas mandaram todos descerem. Agora há pouco, um amigo ligou para tentar liberar o corpo e eles falaram que colocaram o corpo em uma praça. Mas quando chegamos lá, a polícia já estava lá e não deixaram ninguém subir".

Diego Braga era proprietário da academia Tropa Thai, dedicada à formação de lutadores, e treinava seu filho, Gabriel Braga, que segue uma carreira profissional nas lutas. As aulas na academia foram canceladas em respeito ao luto.

O furto da motocicleta, registrado por câmeras de segurança, mostrou dois homens retirando o veículo da garagem do prédio de Diego Braga. A moto foi levada para o Morro do Banco, no Itanhangá.

Diego Braga, ex-lutador de muay thai e MMA, teve uma carreira profissional marcada por enfrentamentos com nomes como Charles do Bronx, Miltinho Vieira, Adriano Martins e Iliarde Santos, todos com passagens pelo UFC. Nos últimos anos, dedicava-se ao ensino e treinamento de novos talentos nas artes marciais.

O trágico desfecho de Diego Braga Alves destaca a complexidade da situação em comunidades como Muzema e Morro do Banco, evidenciando os desafios enfrentados não apenas por residentes, mas também por figuras públicas, como o renomado lutador. A rivalidade entre tráfico e milícia na região adiciona uma camada de complexidade ao triste episódio que abalou o cenário do MMA brasileiro. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 19 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/