Vereador do interior de São Paulo é detido acusado de injúria racial

BrasilRio de Janeiro

Vereador do interior de São Paulo é detido acusado de injúria racial

Polícia retirou vereador de piscina em condomínio de luxo

Crédito: Reprodução

O vereador Renato Oliveira (MDB), presidente da Câmara Municipal de Embu das Artes, na Grande São Paulo, foi detido acusado de injúria racial. O caso começou depois de uma confusão na piscina de um condomínio em Curicica, na Zona Oeste do Rio

A confusão ocorreu neste domingo (23). De acordo com testemunhas, o vereador ofendeu moradores e um funcionário com frases racistas.

Registros em vídeo circulam nas redes sociais, e mostram um policial militar dentro da piscina segurando o parlamentar para tentar contê-lo, enquanto ele diz que não fez nada e fala palavrões. Em seguida, ele é retirado da piscina com a ajuda de mais um PM e é levado à força para fora do local. Os moradores aplaudem a ação da polícia.

A Polícia Militar informou que o vereador resistiu à prisão e foi conduzido para a 32ª DP (Taquara), onde foi autuado por injúria, preconceito e resistência à prisão.

Horas depois Renato Oliveira foi liberado, e o inquérito vai ser encaminhado para a Justiça. Com isso, ele nega que tenha sido racista. Na versão do vereador, a confusão começou por causa de uma caixinha de som ligada por ele. O acusado afrima que sequer conversou com o funcionário que o acusou de injúria racial.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 30 Janeiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/