Feira de Santana gerou 1.088 novos empregos formais em maio, segundo Caged

Concurso e EmpregoSaldo positivo

Feira de Santana gerou 1.088 novos empregos formais em maio, segundo Caged

A ferramenta traz dados do emprego formal no Brasil 

Crédito: Divulgação

O município de Feira de Santana gerou 1.088 novos empregos no mês de maio de 2022, segundo dados divulgados nesta terça-feira (28) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ferramenta da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia. O valor é resultado de 4.781 admissões contra 3.693 desligamentos.

No acumulado de 2022, nos cinco meses avaliados desde janeiro, foram 23.260 admissões contra 19.427 desligamentos, um saldo positivo de 3.833 vagas de emprego geradas.

A ferramenta traz dados do emprego formal no Brasil, com registro em Carteira de Trabalho. Até junho, segundo a ferramenta, eram 120.071 trabalhadores feirenses com vínculos celetistas ativos, ou seja, estão trabalhando com CTPS assinada.

Na análise por setor da economia, a Construção registrou saldo positivo, com 610 admitidos e 394 demitidos, com a geração de 216 postos de trabalho. A Agropecuária, com 56 contratações e 13 demissões, fechou o mês analisado com saldo positivo de 43, Indústria, com 607 admissões e 438 demissões, teve saldo de 169, Comércio, com 1.349 admissões e 1.214 demissões, registrou saldo positivo de 135 postos de trabalho e Serviços, com 2.159 contratações e 1.634 desligamentos, encerrou o mês de abril com saldo de 525.

Com relação as contratações em maio, das 4.781 admissões, 1.877 (60.74%) foram homens e 1.706 (39.25%) mulheres. 1.546 (32.33%) trabalhadores tinham entre 18 a 24 anos e 3.552 (74.29%) com ensino médio completo. Trabalhador de Serviços Administrativos foi a ocupação que mais admitiu, com 1.510 novos contratados. Segundo o Caged, a média nacional do salário de admissão é R$ 1.898,02.

Sobre as demissões em maio, dos 3.693 desligamentos, 2.217 (60%) foram homens e 1.476 (39.96%) mulheres. 1.184 (32%) trabalhadores que foram demitidos tinham entre 30 a 39 anos, sendo 2.730 (73.92%) com ensino médio completo. Trabalhador de Serviços Administrativos foi a ocupação com mais demitidos, com 1.088 desligamentos. A ferramenta aponta que em maio de 2022 a média nacional do salário para quem foi demitido foi de R$ 1.957,78. 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 07 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado