Com inflação maior que 12%, Guedes diz que 'nós já saímos do inferno'

EconomiaBrasil

Com inflação maior que 12%, Guedes diz que 'nós já saímos do inferno'

Ministro completou que é 'natural' continuar no cargo em eventual segundo mandato

Crédito: Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (19), que o Brasil já saiu do "inferno" da inflação. A fala ocorre no momento em que o Brasil bate o recorde dos últimos 19 anos no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que atingiu 12,13% nos últimos 12 meses até abril. A taxa é a maior registrada no período de um ano desde outubro de 2003.

No seu discurso, Guedes ainda completou que é "natural" ele continuar no cargo em um eventual segundo mandato do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação em abril registrou alta de 1,06%, a maior para o mês desde 1996.

Segundo o Banco Central, os analistas do mercado financeiro preveem a inflação em 7,89% ao final deste ano. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 3,5% e será considerada formalmente cumprida se oscilar entre 2% e 5%.

"Está faltando manteiga na Holanda, tem gente brigando na fila da gasolina no interior da Inglaterra, que teve a maior inflação dos últimos 40 anos e vai ter dois dígitos já já. Eles estão indo para o inferno. Nós já saímos do inferno, conhecemos o caminho e sabemos como se sai rápido do fundo do poço", declarou Guedes em evento da Arko Advice e Traders Club.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 03 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado