Zâmbia, na África, é o novo mercado do café em grão brasileiro

EconomiaProduto de exportação

Zâmbia, na África, é o novo mercado do café em grão brasileiro

País no continente africano completou processo de análise de risco de pragas

Crédito: Divulgação

O governo brasileiro recebeu com satisfação a notícia da aprovação sanitária e consequente autorização para importação, pelo governo da Zâmbia, de café em grão verde ('Coffea arabica') do Brasil.

O Ministério da Agricultura zambiano informou ter completado o processo de análise de risco de pragas, o que resultou na elaboração de regulamentos fitossanitários para importação de café em grão originário do Brasil. Isso significa que o Brasil passa a estar habilitado a exportar café para a Zâmbia.

Operações de exportação e importação de café em grão verde brasileiro poderão ser iniciadas por meio de inscrição na Janela Única Eletrônica da Zâmbia ("Zambia Electronic Single Window" - ZESW), pelo site.

A abertura oferece oportunidades futuras para produtores brasileiros, em vista do grande potencial do continente africano em termos de expansão demográfica e de crescimento econômico. De acordo com a base de dados do "International Trade Center", a importação anual de café pela Zâmbia tem variado entre US$ 600 mil e US$ 800 mil; África do Sul, Guiné Equatorial e Botswana foram os principais fornecedores em 2022.

A autorização de importação de café brasileiro pelas autoridades da Zâmbia deverá contribuir para o aumento do comércio bilateral e o aprofundamento das relações com esse importante parceiro do Brasil na África. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 15 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/