I Encontro de Educação Antirracista de Feira de Santana nesta quarta, 26

EducaçãoRede municipal

I Encontro de Educação Antirracista de Feira de Santana nesta quarta, 26

O evento vai acontecer no auditório do SESC Centro 

Crédito: Divulgação

A Secretaria Municipal de Educação, através do Departamento de Ensino, mais precisamente do setor de Inclusão e Diversidade, realiza, nesta quarta-feira (26), o I Encontro de Educação Antirracista da rede municipal de ensino em Feira de Santana. Citando o provérbio africano: "Até que os leões inventem as suas próprias histórias, os caçadores serão sempre os heróis das narrativas de caça", a coordenadora do Encontro, professora Railda Neves, afirmou que a ideia nasceu da necessidade de reunir professores da rede para ouvir e falar sobre experiências que têm sido feita em relação ao cumprimento das leis nº 10.639/03 e 11.645/08, que versa sobre a necessidade de se incluir no currículo escolar a história e cultura africana e afro-brasileira.

O Encontro vai acontecer no auditório do SESC Centro - e vai reunir, além de professores, estudantes de EJA. "A reunião dos sujeitos comprometidos com a questão racial automaticamente, fortalece a luta antirracista, pois promove a quebra de silêncios e visibiliza a causa antirracista. Diante disso, ela explica que "o propósito é contribuir, a partir da escola, com a desconstrução por etapas do racismo que mata corpos e subjetividades no povo negro", afirmou Railda, ressaltando que o objetivo do encontro é estimular o respeito à diferença e lembrar que o racismo é crime previsto em lei e, por isso, durante o evento será evidenciado a importância da efetivação da lei 10.639/2003, a realização da quebra de silêncios e visibilização de ações que expressam a importância de uma educação antirracista na construção de relações mais justas e, portanto, mais democráticas, entre os diferentes sujeitos no espaço da escola e fora dela.

Diante disto a equipe organizadora liderada pela Secretária de Educação, professora Anaci Paim e a professora Marta Lima, diretora do Departamento de Ensino, nutre as expectativas mais otimistas para o Encontro. "O aceite dos palestrantes convidados movidos pelo compromisso com uma educação antirracista, o interesse dos professores em discutir a temática, são aspectos que trazem expectativas positivas para a realização do evento. A educação é a arma mais poderosa para se lutar contra a opressão! Era o que dizia Mandela. Logo, a educação antirracista, certamente, contribui para a existência da equidade e de valorização da vida acima de qualquer outra coisa; Isso justifica os esforços para realização desse encontro", defende.

Entre os palestrantes estão Luís Carlos Ferreira - Professor Doutor do Departamento de Educação - UEFS; Profa. Elizete Silva - Graduada em História pela UFBA, Doutora em História, pela PUC-SP e pós-doutora pela Universidade de Èvora (2016). Profa. Plena pela UEFS; Prof. Marco Antônio Leandro Barzano, mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense (2000) e doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2008); Profa. Hely dos Santos Pedreira e Isabel Jesus dos Santos - Quilombola da Lagoa Grande de Feira de Santana. Graduada em Engenheira Agrônoma, Especialista em Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial do Semiárido Brasileiro (UFRB) e Mestra em Extensão Rural ( UFRPE). Atual professora da UFRB.

Programação:

Apresentação de Coreografia com participação representativa da escola Joselito Amorim e João Duarte Guimarães;

Apresentação de coreografias temática: Momento Homenagem a personalidades da cidade;

Apresentação de minibiografia de sujeitos cujos nomes são associados ao antirracismo no Brasil e na cidade de Feira de Santana.

Realização de Palestras com o Tema: Fortalecendo a quebra de silêncios que tornará pública a ação de cada convidado, traduzindo a quebra de silêncios acerca dos esforços que vem sendo feito para efetivar a legislação.

A dinâmica inclui no currículo a cultura e história da África e afro-brasileira; Momento da Escola: Ações que vêm sendo desenvolvidas para promover uma educação para as relações étnicorraciais.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 03 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/