Libras, inclusão e futebol no Gastão Guimarães em Feira de Santana

EducaçãoRede estadual

Libras, inclusão e futebol no Gastão Guimarães em Feira de Santana

A atividade esportiva faz parte do programa Educa Mais Bahia

Crédito: Luiz Tito

"Eu não entendia nada de futebol, mas hoje, acompanhado ele na oficina deste esporte, aprendi muitas coisas", a frase é Judie de Jesus de Souza, interprete de Libras do IETIGG -Instituto de Educação de Tempo Integral Gastão Guimarães, em Feira de Santana.

O estudante tem deficiência auditiva e participa da oficina administrada por Nilson Mineiro, professor de Educação Física. A atividade esportiva faz parte do programa Educa Mais Bahia, também inserida no Gastão Guimarães.

Segundo a professora o esporte está fazendo muito bem ao aluno que vem interagindo maravilhosamente com os demais participantes da oficina. "Uma pessoa com necessidades especiais pode fazer qualquer coisa que outras pessoas fazem".

O professor Nilson afirma que o linguajar do futebol é universal e o aluno domina muito bem a atividade esportiva administrada por ele. "No começo tive uma pequena dificuldade para inseri-lo no grupo, mas de aula em aula consegui quebrar esse paradigma. Hoje o grupo está 100% fechado com ele. Perceberam que todos são iguais".

O ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) na escola além de ser uma educação inclusiva, é responsável pela formação de alunos com deficiência auditiva no país, criando novas possibilidades para essas crianças. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 05 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/