UNICEF reúne em Feira de Santana representantes de 60 municípios

EducaçãoBusca Ativa Escolar

UNICEF reúne em Feira de Santana representantes de 60 municípios

O combate a evasão escolar foi assunto discutido durante o encontro

Crédito: Sara Silva

Tão importante quanto garantir o acesso à escola é assegurar a permanência dos estudantes ao longo do ano. Este tema, que é também um dos principais desafios da escola pública, marcou o encontro de coordenadores operacionais, articuladores e mobilizadores do Selo Unicef e da Busca Ativa Escolar.

O evento, nesta terça-feira (9) reuniu representantes de mais de 60 municípios da Bahia em Feira de Santana. Foi no auditório da Unex (antiga UniFTC).

O encontro contou também com a participação de secretários municipais, como a professora Anaci Paim, de Educação, e Antônio Carlos Borges Júnior, de Desenvolvimento Social, ambos de Feira de Santana.

A evasão escolar é uma das preocupações do Selo Unicef, que é uma iniciativa para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos de crianças e adolescentes. A atual edição do selo teve início em agosto de 2021 e segue até 2024, nos 236 municípios que aderiram ao propósito.

"Cada vez mais ampliamos as políticas institucionais de acesso à vaga na rede municipal, mas precisamos criar alternativas para que o estudante permaneça na escola e tenha o desempenho de aprendizagem esperado", destaca a secretária Anaci Paim.

Em Feira de Santana, a rede municipal de ensino registrou um significativo crescimento na matrícula pós-pandemia. Saiu de 48.600 em 2019, para 54.550 estudantes no ano letivo de 2022.

A secretária destacou que, para colocar em prática as estratégias de permanência desses estudantes, são necessárias ações articuladas entre a comunidade escolar, a família e o poder público. Em Feira de Santana, as secretarias de Educação, Desenvolvimento Social e Saúde atuam em conjunto para combater a evasão escolar e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes.

Mais de 60 municípios da Bahia participaram deste primeiro encontro realizado este ano pelo Unicef - os próximos são Vitória da Conquista e Salvador.

"No período entre 2020 e 2021, 3,7 milhões de crianças ficaram fora da escola, um número que representa um absurdo. Por isso, os encontros buscam articular e fortalecer nossas estratégias para trazê-las de volta e para garantir o avanço para os próximos anos", argumenta Bruno Viecili, representante do UNICEF no evento.

Com informações da Secom/PMFS.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 30 Janeiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/