Secretário diz que 70% dos testes para Covid-19 tem resultado positivo

COVID-19Feira de Santana

Secretário diz que 70% dos testes para Covid-19 tem resultado positivo

Na última semana, algumas medidas restritivas foram intensificadas

Crédito: Divulgação

A uma semana do início da vacinação contra a covid em crianças entre 5 e 11 anos, Feira de Santana ultrapassou, nesta terça-feira (25), a marca das 1.500 crianças nesta faixa etária vacinadas com a primeira dose. A marca, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Dr. Marcelo Britto, é boa.

'Não vou chamar ainda de ótima, mas é uma marca boa, nós sabíamos que no início da vacinação muitos pais poderiam ainda ter receio, a gente começou a vacinação com as crianças de 11 anos, um público menor, mas ontem nós atingimos os 5 anos, ou seja, qualquer criança entre 5 e 11 anos já podem receber a sua vacina. Nós adotamos vários critérios de cuidados adicionais, como salas para que as crianças ficassem em observação após a vacinação, e até o presente minuto, nós não tivemos nenhuma caso de intercorrência, efeito adverso ou complicação da vacina, o que também não ocorreu nas outras cidades do Brasil', afirma.

O secretário destaca que os números relacionados a covid na cidade estão cada vez mais altos, seguindo a tendência apresentada pela variante ômicron em todo mundo com grande poder de transmissão.

'A maioria das pessoas, quase 70% das pessoas que fazem testes para covid, estão positivas, estamos com um índice de contaminação extremamente alto, as pessoas precisam estar preocupadas com isso, é verdade que isso não tem acontecido na mesma proporção com internamentos, em relação aos casos graves, porque, se tivesse, o sistema de saúde já teria colapsado. A pandemia não acabou, estamos vivendo um momento diferente, o fato é que boa parte das pessoas está com a covid positiva, por isso a razão da vacina que apesar de não impedir a doença, impede que tenham casos graves', explica.

Na última semana, algumas medidas restritivas foram intensificadas na cidade a fim de conter a disseminação do vírus. Entre elas, a redução do público permitido em eventos para mil pessoas e exigência do comprovante de vacinação em bares, restaurantes e similares.

'Existem relatos de descumprimento, evidente que a prefeitura sozinha não tem a capacidade de fiscalizar tudo sozinha, é impossível isso, então nós sempre vamos contar com a participação dos estabelecimentos que precisam seguir essas exigências, até porque eles também estão sujeitos a fiscalização e penalidades', destaca Dr. Marcelo.

Com informações do Programa Bom Dia Feira.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 16 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado