Realização da Expofeira em 2022 ainda é incerta

ExpofeiraFeira de Santana

Realização da Expofeira em 2022 ainda é incerta

Seagri articula junto à representações do setor agropecuário alternativas 

Crédito: Divulgação
A realização da Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira) ainda não está confirmada. A Secretaria Municipal de Agricultura alega redução orçamentária, mas ainda articula junto à representações do setor agropecuário alternativas para que o evento possa acontecer entre o final de novembro e o começo do mês de dezembro.

Depois da Micareta, a Expofeira é o evento mais tradicional da cidade, onde acontecem leilões, exposições de animais, negociações de produtos e implementos agrícolas, aumentando a expectativa das instituições bancárias em relação à movimentação financeira. Há dois anos - por conta da pandemia - a exposição não é realizada, mas este ano existe a possibilidade de que venha acontecer, mesmo com a redução do orçamento. "Essa redução foi de 70% dos valores oriundos de emendas dos vereadores. Isso dificultou o processo para a elaboração e execução das licitações necessárias para o evento", explica Pedro Américo, secretário municipal de Agricultura.

"Diante disso, temos que pensar outras alternativas, até mesmo a não realização do evento, pois diante deste quadro é melhor até buscar deixar a retomada do evento para o ano que vem com um orçamento mais robusto. No momento oportuno estarei conversando com o prefeito Colbert Martins, para que se tenha uma posição definitiva a cerca do assunto", complementou.
Pedro Américo: “estamos buscando alternativas junto ao seguimento agropecuário para viabilizar a festa” | Crédito: Mário Sepúlveda/FE

Outra dificuldade, conforme adiantou Pedro Américo é a realização da Fenagro no período da Expofeira. "O Estado procurou os sindicatos rurais para manter entendimentos sobre a antecipação da Fenagro para este período e diante disso não concorreríamos com um evento maior que o nosso, daí a ideia de fazer entre o fim de novembro e começo de dezembro, desde que haja condição para isso", informou.

Com a redução orçamentária, uma alternativa é o Município repassar a organização da festa para o Sindicato dos Produtores Rurais e outras representações do seguimento agropecuário.

"Chamei o presidente do Sindicato dos Produtores, sinalizei o nosso interesse e sobre o custo que temos. Falei que poderíamos disponibilizar para o sindicato se o órgão quisesse fazer a gestão do evento. Se eles apresentarem a proposta dentro do orçamento que a gente tem, passamos o evento para eles. Eles tem uma estrutura maior, recurso maior e podem fazer tudo de maneira mais organizada, em um curto espaço de tempo. Se eles toparem, faremos ainda esse ano o evento", afirmou Pedro Américo. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 02 Dezembro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/