O Jornal enquanto laboratório de notícia e sua importância na formação continuada de profissionais da imprensa

Folha do Estado 25 AnosFolha do Estado 25 Anos

O Jornal enquanto laboratório de notícia e sua importância na formação continuada de profissionais da imprensa

O trabalho desenvolvido pela equipe traduz a primazia da formação de um conteúdo envolto de qualidade 

A responsabilidade com a notícia é a marca registrada do Folha do Estado. Foi com este empenho, que a Redação do Jornal se tornou um importante laboratório de comunicação da região de Feira de Santana, pois diferente dos experimentos científicos, a prática constante no exercício do jornalismo é fundamental à construção da história e a formação de profissionais. 

O trabalho desenvolvido pela equipe traduz a primazia da formação de um conteúdo envolto de qualidade e empenhado na lisura do processo de apuração jornalística. Com profissionais qualificados, além de uma linha editorial afiada e dedicada a entregar o melhor conteúdo, pautado na ética e na credibilidade confiada ao jornal pelo leitor.

Adriele Mercês é a caçulinha da equipe, chegou ao grupo há apenas 2 anos. Ela destaca o processo de apuração do veículo e a qualidade da informação. "As matérias que saem no Folha do Estado não são apenas um produto jornalístico, elas são documentos históricos. Saímos da Redação e encaramos as diferentes realidades como se levássemos junto cada leitor, então questionamos, observamos e entregamos a eles um material completo, com desdobramentos e todos os pontos de vista de um fato.

Essa avaliação é também feita por Mário Sepúlveda, repórter investigativo. "A apuração de uma notícia é o mais importante para a construção de uma matéria, os fatos que são evidenciados e devidamente comprovados através de pesquisas, de entrevistas e documentos, são a forma final da matéria. Você só pode construir uma matéria quando você se cerca de todos os elementos probatórios", afirmou ele que há 10 anos trabalha no Folha.

Em virtude desse princípio, o editorial do Folha tem se reinventado cotidianamente. "O Jornal é um elemento de transformação na sociedade de modo geral e nossos textos tiveram uma mudança profunda em seu poder de síntese para poder se adaptar ao leitor contemporâneo", destacou Cristiano Alves, editor do Jornal.

"Quando cheguei à redação do Jornal, em 2008, o Folha era muito forte, enquanto que o site ainda era tímido, então surgiu a ideia de implementar a rádio Geral e essa inovação contribuiu para a remodelagem do Portal Folha do Estado. Com isso, as matérias do Jornal passaram a ser veiculadas no site e na rádio Web, que hoje tem seu próprio modal de comunicação, mas mantém viva a parceria no campo da notícia com o Folha", afirmou Reginaldo Júnior.

E é assim que o Folha vai conectando pessoas e transformando vidas ao ser o porta voz diário de milhares de leitores/internautas/seguidores do interior baiano através da junção entre veículos de comunicação tão tradicionais como o jornal impresso com sua atuação nos campos da internet e das plataformas digitais. É essa coesão que garantem a permanência dos parâmetros de qualidade e credibilidade das notícias também nos espaços digitais.

"O peso do jornal deu mais credibilidade ao site e o fato de o site não ter número delimitado de páginas, como o jornal, faz com que aquele contribua com a qualidade deste e, por isso, ambos dialogam constantemente no alinhamento das ideias", completou Hamurabi Dias, coordenador do site.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 30 Setembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/