O leitor: razão máxima da existência do Folha do Estado

Folha do Estado 25 AnosFolha do Estado 25 Anos

O leitor: razão máxima da existência do Folha do Estado

São muitas histórias, vários sentimentos e apenas um jornal 

Crédito: Divulgação
O jornal Folha do Estado está presente no cotidiano dos feirenses há 25 anos, o que é mais do que suficiente para destacá-lo como um veículo com credibilidade e tradição o bastante para ocupar seu espaço como um dos jornais mais importantes da Bahia, além de atestar a qualidade de uma linha editorial que conquistou olhares ao longo dos anos e se manteve na vanguarda da inovação, da linguagem popular e da redação ávida por levar o melhor conteúdo ao seu leitor. Tanto empenho e dedicação em comunicar bem e cada vez melhor, é reconhecido nos quatro cantos de Feira de Santana e por todos que admiram um trabalho construído com o amor de quem preza por qualidade.

Este é o olhar de toda uma cidade, mas que é realçado nas palavras daqueles que não abandonaram as bancas de revistas para obter a edição do dia, ou daqueles que veem no celular a oportunidade de ficar bem informados com a edição online. O importante é que o Jornal Folha do Estado se dedicou ao bom jornalismo e ao bem informar, e é reconhecido por seus amados leitores que fazem questão de reforçar a confiança de que é através do jornal que se mantem informados de tudo o que acontece no dia a dia. O senhor Bernardo dos Santos, é um homem que destaca, com brilho nos olhos, a origem humilde e a emoção da chegada a cidade, ele é morador da região do Largo São Francisco, em Feira de Santana e fala com brilho nos olhos da emoção que teve ao aprender a ler, aos 46 anos, e da primeira vez que leu um exemplar do Jornal Folha do Estado.

"Eu aprendi a ler com minha filha, ela insistia muito, então eu disse que ia aprender, primeiro aprendi meu nome, depois foi uma palavra e depois outra, com o tempo eu já conseguia formar as frases... foi ela quem me trouxe um jornal e disse que era para eu praticar. Eu cheguei do trabalho e lá eu fiquei soletrando tudinho até sair certinho, e estava escrito bem na frente o nome do jornal Folha do Estado. Aí eu li o que deu e quando ela chegou eu contei pra ela da notícia que tinha lá. Essa é uma lembrança que tenho da minha filha que infelizmente não está mais comigo."

A comoção também salta aos olhos de dona Matilda de Oliveira Conceição, católica devota e de sorriso fácil, ela nos fala como sempre foi apaixonada pela leitura, e como deixou este gosto refinado para os - filhos através das edições do Folha do Estado. "Eu sempre que podia ia na banca e comprava um jornal para levar para casa, quando chegava botava na mesa e falava para os meninos que cada um tinha que ler uma página do jornal. Eu sempre procurei ensinar para meus filhos que a leitura era e é um bom hábito, e graças a Deus, eu pude transmitir isso para eles... Hoje, um é enfermeiro e o outro é advogado, e isso dá um orgulho danado pra gente. Ainda hoje, sempre que posso eu pego um jornal Folha do Estado e fico lendo as notícias, é o melhor jeito de saber o que acontece na cidade".

Estes são apenas alguns depoimentos que retratam como o Folha do Estado faz parte da vida dos feirenses. São muitas histórias, vários sentimentos e apenas um jornal. O Jornal folha do Estado. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 30 Setembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/