Confira como foi o desempenho brasileiro no UFC em 2023

Lutas e Artes marciaisGarra brasileira

Confira como foi o desempenho brasileiro no UFC em 2023

Balanço positivo reflete vitórias expressivas em diversas frentes 

Crédito: Reprodução / X @4rsnk

O cenário das artes marciais mistas apresenta um saldo positivo para o Brasil no UFC em 2023, marcando uma temporada repleta de triunfos em confrontos de alta relevância. Com a exceção de uma pendência crucial envolvendo a disputa pelo cinturão peso mosca entre Alexandre Pantoja e Brandon Royval, a nação brasileira ostenta uma notável superioridade em diferentes contagens.

O embate iminente de Alexandre Pantoja adiciona uma dose extra de tensão, pois, caso ocorra uma derrota, o país pode registrar um saldo negativo nos combates mais emblemáticos, aqueles que decidem títulos de peso na organização.

Entretanto, ao analisar as estatísticas em diversas categorias, é evidente que o Brasil domina em outros fronts. Nas lutas principais dos eventos, os representantes brasileiros conquistaram 7 vitórias contra 4 derrotas, consolidando um desempenho expressivo.

No contexto do card principal, a supremacia brasileira é mantida, com 35 vitórias contra 29 derrotas. A vantagem se amplia ainda mais no card preliminar, onde os lutadores do Brasil acumulam 44 vitórias frente a 36 derrotas.

Resultados Detalhados:

Card Principal:

Vitórias: 35
Derrotas: 29
No contest: 1

Card Preliminar:

Vitórias: 44
Derrotas: 36
No contest: 2
Empate: 1

Total Geral:

Vitórias: 79
Derrotas: 65
No contest: 3
Empate: 1

Em lutas por cinturão, destacam-se os seguintes resultados:

- Alex Poatan derrotou Jiri Prochazka

- Alexandre Pantoja derrotou Brandon Moreno

- Amanda Nunes derrotou Irene Aldana

- Amanda Lemos perdeu para Zhang Weili

- Alex Poatan perdeu para Israel Adesanya

- Glover Teixeira perdeu para Jamahal Hill

- Deiveson Figueiredo perdeu para Brandon Moreno

Importante ressaltar que as lutas entre brasileiros não foram incluídas em todas as contagens, mas o desempenho global do Brasil no UFC 2023 permanece como um testemunho de sua presença dominante nas artes marciais mistas. 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 26 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/