Alex Pereira, estrategista dos chutes baixos letais, desafia até Daniel Cormier

Lutas e Artes marciais'Poatan' Pereira

Alex Pereira, estrategista dos chutes baixos letais, desafia até Daniel Cormier

Campeão duplo do UFC, Alex Pereira impressiona com sua técnica mortal no octógono

Crédito: Chris Unger/Zuffa LLC

Alex Pereira, além de ser reconhecido nos esportes de combate por sua maestria na luta em pé, destaca-se pelo poder avassalador de seus golpes. Em novembro, em Nova York (EUA), o brasileiro utilizou essa combinação letal para nocautear Jiri Prochazka e conquistar o cinturão dos meio-pesados (93 kg) do UFC. A força de seus chutes baixos, que já causou estragos até em Daniel Cormier, é um dos segredos de 'Poatan'.

Durante a semana do UFC 295, Cormier, conhecido pela sua resiliência no octógono, encontrou Alex nos bastidores e desafiou o brasileiro a receber seus potentes chutes na panturrilha. 'Poatan', prontamente, atendeu ao pedido do americano, desferindo três golpes, mesmo contendo sua força. No entanto, Cormier não conseguiu evitar sentir a intensidade dos chutes, classificando-os como uma "técnica proibida", dada a letalidade desse recurso no MMA.

No octógono, Alex Pereira tem feito atletas de alto calibre, como Israel Adesanya, Jan Blachowicz, Jiri Prochazka e Sean Strickland, sofrerem de verdade com seus chutes baixos. "Ele é tão forte. Esse golpe deveria ser ilegal. É como trapacear no videogame. Não são necessários muitos. Você o viu chutar Prochazka duas vezes nas pernas. Ele estava me chutando com 25% de força e minha perna tremia, como se eu estivesse prestes a cair. Não estou mais treinado para isso, mas, do jeito que ele faz isso, não está apenas dando um chute. Existe um método para o que ele está fazendo e são necessários apenas alguns para realmente comprometer sua crença"

Registro de 'Poatan' no MMA: Aos 36 anos, Alex Pereira sagrou-se campeão do peso-médio (84 kg) do UFC em 2022 e, um ano depois, conquistou o cinturão dos meio-pesados da companhia, em sua sétima aparição na liga. Integrando o Ultimate desde 2021, o brasileiro superou adversários renomados como Jan Blachowicz, Jiri Prochazka, Israel Adesanya e Sean Strickland. O 'Poatan' Pereira, com sua técnica única, continua a impressionar no cenário das artes marciais mistas. 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 29 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/