Prefeitura de Feira cria espaço no período da Micareta para atender catadores de latinhas

Micaretacatadores de latinhas

Prefeitura de Feira cria espaço no período da Micareta para atender catadores de latinhas

"Criamos um espaço para acomodar os filhos dos catadores de latinhas e materiais recicláveis que, muitas vezes, não têm com quem deixar essas crianças". 

Foto: Divulgação

Os catadores de latinhas e materiais recicláveis terão atenção especial na Micareta 2024. A Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp) vai instalar um ponto de apoio na rua São Domingos para acolhê-los.

Neste local os cantadores terão acesso a refeitório, vestiário e área de convivência, além da distribuição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Essa iniciativa está sendo viabilizada junto à empresa Sustentare, responsável pela limpeza e coleta de lixo na cidade.

O secretário interino da pasta, Denilton Brito, explica que o projeto Micareta Sustentável e Solidária vai atender os catadores de recicláveis cadastrados na Associação Gabriela III e na cooperativa Artemares – entidades que demonstraram interesse em participar do projeto.

"Além da oferta de alimentação e itens necessários para a atividade que os catadores de recicláveis desenvolvem, como balanças eletroeletrônicas e sacos de ráfia, será disponibilizado o transporte dos materiais coletados para as cooperativas. Será utilizado para isso um caminhão Munck e equipes para atender essa operação", explica Denilton Brito.

Ainda no período da Micareta [a festa começa nesta quinta-feira (18) e segue até a manhã de segunda-feira (22) com o arrastão do cantor Thiago Aquino], a Sesp junto à Sustentare vão promover a capacitação de 320 colaboradores que vão atuar na coleta de lixo na cidade. Estes profissionais foram contratados especialmente para o período da Micareta.

Denilton Brito ainda destaca que os filhos dos catadores de materiais recicláveis poderão ficar no espaço reservado às crianças e adolescentes, que está sendo montado pela Prefeitura de Feira no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, onde haverá equipes de profissionais para assisti-los.

"Criamos um espaço para acomodar os filhos dos catadores de latinhas e materiais recicláveis que, muitas vezes, não têm com quem deixar essas crianças. Será um local acolhedor e seguro", acrescenta o titular da Sedeso lembrando que todas essas pessoas foram previamente cadastradas pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 24 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/