Secretaria de Cultura já encaminha processos licitatórios para Micareta em 2022

MicaretaEm setembro

Secretaria de Cultura já encaminha processos licitatórios para Micareta em 2022

Expectativa pelo anúncio oficial da nova data é grande 

A realização da Micareta de Feira de Santana no mês de setembro é uma perspectiva considerada cada vez mais como certa e plausível, tanto pela Prefeitura Municipal e pela Secretaria Municipal de Cultura, quanto por entidades organizadas da sociedade civil envolvidas direta e indiretamente no evento, artistas e até mesmo pela própria população feirense.

Considerada a maior e mais tradicional festa de Carnaval fora de época do estado da Bahia (e porque não dizer, do Brasil), a festa sempre aconteceu no mês de abril. Entretanto, já tem um bom tempo que a alteração da data vinha sendo considerada como uma boa alternativa por empresários, artistas e demais segmentos da sociedade organizada, por uma soma de fatores que vão desde as chuvas de abril, à necessidade de reformulação - por apresentar um formato já desgastado ao longo dos mais de 80 anos de existência -, e a pandemia provocada pelo novo Coronavírus, que acabou criando as condições necessárias para que esta mudança, enfim, acontecesse.

Apesar de já ter falado publicamente sobre a troca da data da festa para setembro em tom de quase certeza, o prefeito Colbert Martins ainda não bateu o martelo sobre a efetiva realização da Micareta na nova data, o que tem gerado uma grande expectativa por parte de todos os envolvidos. Mesmo assim, o secretário de Cultura Jairo Carneiro Filho já está atuando no sentido de deixar tudo encaminhado para acontecer logo após a chancela do Prefeito.

"Já estamos trabalhando no sentido de encaminhar todos os processos licitatórios que fazem parte da organização da Micareta de Feira, no que diz respeito às atribuições concernentes à Prefeitura. Venho participando constantemente de reuniões nesse sentido, dialogando com as entidades da sociedade civil e demais agentes envolvidos na realização da festa. Então, todas essas questões licitatórias para a contratação de iluminação, estruturas, trios elétricos, sistemas de som, artistas, enfim, todos esses trâmites que envolvem a realização da festa já estão sendo providenciados e conversados, de forma que, para nós da Secretaria de Cultura, o importante é deixar tudo ajustado para quando o Prefeito se pronunciar sobre a data em que será realizada a Micareta", declara Jairo carneiro Filho.

Grande Expectativa

Empresários e membros da sociedade civil organizada estão muito animados com a nova data, mas, em contrapartida, também estão ansiosos pelo parecer oficial por parte do prefeito Colbert Martins, pois estão aguardando apenas isso para poderem começar os seus preparativos para a festividade. É o caso do empresário Valter Lima, sócio proprietário do Lá Vem Elas, um dos mais tradicionais blocos da Micareta de Feira de Santana, com 38 anos de existência.

"Sobre a alteração da data, nossa expectativa é a melhor possível, pois sempre desejamos que a data fosse alterada e a mudança já era uma demanda antiga de todos os envolvidos na festa, não apenas pela questão das chuvas, mas porque a festa também precisava de um refresco, de alguma novidade depois nos mais de 80 anos de Micareta e por mais que algumas mudanças tenham ocorrido durante sua existência, seu formato estava engessado e essa mudança traz mais oxigênio para o evento", declara o empresário.

"Entretanto, o fato de o prefeito ainda não ter feito o anúncio oficial da mudança acaba atrasando os preparativos para a festa. Estamos muito ansiosos para que seja oficializado logo, pois precisamos correr contra o tempo para providenciar a contratação dos artistas, confecção das fantasias, aluguel de trio elétrico e todos os preparativos necessários", diz Valter Lima.

Amaury Jr., radialista e coordenador dos camarotes de imprensa da Micareta de Feira também não vê a hora de ver sacramentada a nova data do evento. "Todos os envolvidos com a festa ficam nessa aflição para começar seus preparativos, mas como ainda não houve o parecer oficial da Prefeitura, todos nós ficamos de mãos atadas", diz o radialista.

"Fica uma insegurança muito grande, pois os preparativos de camarote, contratação de artistas e estabelecimento de parcerias comerciais necessárias para a realização da festa são coisas que demandam tempo. Precisamos que o prefeito oficialize a realização da festa em setembro e determine ao certo as datas do evento, do contrário, isso acaba atrasando os preparativos necessários, até porque existe uma burocracia muito grande envolvida nos processos, como emissão de documentos e licenças, a parte de fiscalização por parte da FPI, enfim. Precisamos começar a nos mobilizar, mas para isso precisamos que a festa seja oficializada o quanto antes", explica Amaury Jr. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 06 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado