Prefeituras baianas desembolsam R$ 204 milhões para custear atrações em festas juninas

São JoãoSaiba mais

Prefeituras baianas desembolsam R$ 204 milhões para custear atrações em festas juninas

Levantamento analisou dados do Painel de Transparência do MPBA

Crédito: Divulgação
As tradicionais festas juninas que acontecem na Bahia de norte a sul, leste a oeste do estado, costumam movimentar a economia local nos festejos para comemorar os dias que antecedem e se sucedem as datas que comemoram os santos mais famosos do mês: Santo Antônio, São João e São Pedro.

É momento então, de prefeituras municipais abrirem o bolso e despejarem um bom dinheiro na contratação de atrações famosas para atrair turistas para as suas cidades e fazer com que o capital movimentado na festa, de alguma forma, se reverta em ganhos para a população, com o aumento das trocas comerciais no período.

Nesse sentido, a partir de um levantamento feito pelo bahia. ba na ferramenta lançada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), "Painel de Transparência dos Festejos Juninos nos Municípios do Estado da Bahia", com base em dados de contratações de artistas disponibilizados por 186 prefeituras baianas, ao todo, foram gatos pelas administrações municipais R$ 204 milhões em 4.317 apresentações na contratação de 2.224 artistas contratados. Uma média de R$ 47.255 por apresentação ou uma média de R$ 91.726 para cada artista.

Valor esse que está longe de ser uma realidade para a maior parte das atrações que já se apresentaram ou se apresentarão nos municípios baianos, com a maior parte do montante se concentrando na contratação de artistas estrelados, como é o caso de Wesley Safadão, que receberá R$ 700 mil para cada uma das cinco apresentações que fará bancado por prefeituras em cidades do interior baiano. Vale ressaltar, que o artista cearense já tocou e tocará em festejos juninos de outros municípios baianos, mas custeado pelo governo do estado, que não enviou para o MP-BA os dados para serem incluídos na ferramenta.

Ranking de municípios que mais investiram em atrações nas festas juninas:

1º - São Francisco do Conde (R$ 4.627.000);

2º - Candeias (R$ 3.390.000);

3º - Senhor do Bonfim (R$ 3.210.200);

4º - Irecê (R$ 3.075.000);

5º - Serrinha (R$ 3.055.000);

6º - Jequié (R$2.970.000);

7º - Riachão do Jacuípe (R$ 2.767.500);

8º - São Sebastião do Passé (R$ 2.350.000);

9º - Conceição do Jacuípe (R$ 2.020.000);

10º - Formosa do Rio Preto (R$ 1.985.000).

Safadão, por sinal, se apresentou na sexta-feira (23) no município, que mais abriu, em média por atração, os cofres públicos para fomentar o São João: Candeias. A cidade da Região Metropolitana de Salvador, investiu R$ 3,39 milhões em 8 atrações, todas estreladas, gastando uma média de R$ 423 mil por apresentação. São Francisco do Conde, que tem uma das festas juninas mais tradicionais da Bahia no mês de junho, gastou, em valores absolutos, um valor maior: R$ 4,62 milhões, mas para o dobro de artistas, 16, com uma média, portanto de R$ 289,18 mil.

Só a título de comparação, na outra ponta, entre os artistas com menor cachê estão Milena Dias e Benício Lira, contratados para tocar em Santo Antônio de Jesus por um pagamento de R$ 400 cada um.

Ranking de atrações com maiores cachês: 

1º - Wesley Safadão (R$ 700.000);

2º - Zé Neto e Cristiano (R$ 650.000);

3º - Leonardo/Bruno e Marrone (R$ 500.000);

4º - João Gomes (R$ 490.000);

5º - Mari Fernandez (R$ 460.000);

6º - Maiara e Maraisa (R$ 454.000);

7º - Bell Marques (R$ 450.000);

8º - Simone Mendes (R$ 430.000);

9º - Nattan (R$ 400.000);

10º - Leo Santana (R$ 390.000).

Dentre os artistas que mais foram contratados para as festas de junho na Bahia, o primeiro lugar fica com o sergipano Nadson, o Ferinha. O cantor de "Cadê seu namorado, moça?" e "Duas" foi contratado para fazer 15 shows nas cidades baianas, com um cachê que varia de R$ 90 mil, em Salinas de Margarida, a R$ 150 mil, em Conceição de Coité.

Ranking dos artistas mais contratados nas festas juninas da Bahia: 

1º - Nadson, o Ferinha (15 apresentações);

2º - Tarcísio do Acordeon (13 apresentações);

3º - Adelmário Coelho (11 apresentações);

4º - Mastruz com Leite (10 apresentações);

5º - Canários do Reino/Devinho Novaes/Tayrone /Toque Dez (9 apresentações cada).

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 18 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/