A jornada de Rafael Falcão: Dos gramados para o mundo da fotografia esportiva

EsportesUma Trajetória de Sonho e Determinação

A jornada de Rafael Falcão: Dos gramados para o mundo da fotografia esportiva

Conheça a História de "Esquerdinha", que deixou as chuteiras para capturar momentos únicos com suas lentes 

Foto: Arquivo Pessoal

No mundo do futebol, muitos sonham em se tornar grandes jogadores, mas poucos têm o privilégio de viver esse sonho. Rafael Marcelo de Oliveira Teodoro Falcão, conhecido carinhosamente como "Esquerdinha", é um desses raros talentos que, embora tenha iniciado sua jornada nos gramados, encontrou sua verdadeira paixão atrás das lentes da fotografia esportiva.

A trajetória de Rafael começou aos 6 anos, quando deu seus primeiros passos como atleta na escolinha de futebol do Vitória, sob a tutela do ex-atleta profissional e professor Jaderson Barbosa. Sua habilidade o levou a vestir a camisa 10 das categorias de base do Fluminense de Feira, contribuindo para a classificação do Touro do Sertão na disputa da Copa São Paulo de 2010. No entanto, o destino reservava uma reviravolta em sua vida.

Mudando completamente de campo, Rafael Falcão trocou a camisa 10 pela lente 10 da fotografia esportiva. Sua paixão pelas imagens surgiu de forma inesperada, quando teve seu primeiro contato com uma câmera fotográfica por intermédio de um gestor na empresa em que trabalhava como jovem aprendiz. Esse encontro fortuito marcou o início de uma jornada transformadora, onde Rafael combinou sua paixão pelo esporte com o talento para capturar momentos únicos. "Um pouco antes dos meus 20 anos, entrei como jovem aprendiz na empresa que até hoje trabalho, a fotografia surgiu por incrível que pareça de uma forma totalmente inesperada. Passei a ser liderado por um novo gestor na empresa o Victor Santos ele me apresentou a câmera fotográfica que tinha, e eu já gostava de foto, acabou que comprei na mão dele, e a partir daí Deus decidiu casar as duas coisas que gostava de fotografia e esporte, e passei a fotografar. Comecei com um treino na BS Futevôlei, onde Binho Show abriu as portas, mesmo sem ser fotógrafo me deu várias dicas, e dali em diante Deus foi iluminando colocando pessoas que passaram a confiar em meu trabalho e me dava credibilidade para fotografar seus eventos esportivos", disse.

Atualmente, com 6 anos de experiência na profissão, Rafael enfrenta desafios diários em sua jornada como fotógrafo esportivo. Apesar das dificuldades e da falta de orientação no início, ele perseverou e encontrou seu caminho, graças ao apoio de pessoas que acreditaram em seu potencial. Reconhecendo a importância do apoio recebido, Rafael compartilha seu sucesso com aqueles que o ajudaram ao longo do caminho. "Ao contrário do que muitos devem pensar, é uma profissão que exige muito de nós, infelizmente poucos se ajudam, digo isso porque no início foi bastante difícil, não consegui dicas, nem orientações de fotógrafos, dicas que eu me refiro são coisas básicas com exceção de Norminha, fotógrafa de Salvador que em uma tarde, no meu primeiro evento que fotografei ao lado dela me deu orientações preciosas o que aliviou um pouco a curva de aprendizagem para conseguir evoluir. Além disso, tem a questão dos equipamentos que não são baratos, a concorrência ou às vezes até as pessoas que não valorizam o trabalho e acham caro o valor de uma foto que vai tornar eterno um momento que jamais se repetirá novamente, quem me dera se em meu tempo de atleta tivesse tantos fotógrafos assim", ressaltou.


Em seu trabalho na Ascom do Fluminense de Feira, Rafael encontra uma conexão especial com o clube que defendeu como jogador. Registrando momentos emocionantes e compartilhando sua paixão com os torcedores, ele vive uma experiência única que o enche de orgulho e gratidão. "É um sentimento totalmente diferente, porque eu vivenciei o Fluminense durante alguns anos que me marcaram demais e isso é engraçado porque muitos me reconhecem e me chamam de "Esquerdinha" e também emocionante por reencontrar torcedor icônico do Touro e ver ele se emocionar por me encontrar ali fotografando o time que ele ama, está ali na beira do gramado e poder registrar os torcedores, apaixonados, com seus filhos, parentes, me arrepiou em vários momentos porque me deparava com minha imagem na torcida", contou. 

Foto: Arquivo Pessoal

Além disso, o relacionamento próximo com seu irmão, o jogador profissional Lucas Falcão, atuando no CRB, motiva Rafael a buscar seus sonhos e alcançar novas conquistas. O apoio mútuo entre os irmãos é uma fonte de inspiração constante em suas vidas. "Sim, com certeza! Nós conversamos muito sobre muitos assuntos, fotografia e futebol é algo que conversamos sempre, este ano mesmo decidir fazer a surpresa para ele de fotografar a final do Alagoano, é a segunda vez que fotografei ele atuando, dessa vez foi muito especial, e no fim deu tudo certo. Nós somos muito amigos, eu digo que ele é meu melhor amigo, então é um motivando o outro pra ir em busca dos sonhos e alcançá-los", ressaltou.

Por fim, Rafael deixa uma mensagem de encorajamento para todos aqueles que sonham em seguir seus passos na fotografia esportiva. Com palavras de incentivo e solidariedade, ele compartilha sua experiência e se coloca à disposição para ajudar aqueles que estão começando nessa jornada desafiadora. "Não desista, na maioria das vezes é difícil, é cansativo, se você ama, vai fundo, se joga, sei o quanto difícil é principalmente no início e por isso prometi ao Senhor que ajudaria quem me procurasse e assim tenho feito, se não tem com quem conversar sobre fotografia esportiva, ou tirar dúvidas, me procure, não sei muito, mas o pouco que sei com certeza pode te ajudar, jamais me negaria a ajudar algum fotógrafo esportivo. Fotógrafo não desista de você, existem momentos, em determinado esporte, que só você com seu talento poderá registrar", finalizou.

Assim, a história de Rafael Falcão é um testemunho inspirador de perseverança, paixão e determinação, mostrando que os sonhos podem se realizar quando se tem coragem para perseguir o que se ama.


Abaixo alguns registros do trabalho do fotógrafo esportivo Rafael Falcão.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 18 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/