Nova diretoria assumirá Federação Baiana de Orientação

EsportesBiênio 2024/2025

Nova diretoria assumirá Federação Baiana de Orientação

Erika Teles eleita presidente com visão de inovação e inclusão 

Erika Teles (presidente) e Emerson Santos (vice-presidente) eleitos para dirigir a FBO | Crédito: Divulgação

A Federação Baiana de Orientação (FBO) tem nova diretoria para o biênio 2024/2025. A eleição que definiu os novos dirigentes foi realizada durante uma Assembleia Extraordinária, convocada pela FBO em virtude da antecipação das eleições previstas para o final do ano, mas que por motivo de interesse pessoal a gestão que estava atuando optou por antecipar as eleições e eleger um novo grupo dirigente, em meio à realização da primeira etapa do Campeonato Baiano de Orientação, que aconteceu no último domingo (7), no município de Tanquinho. 

A chapa composta pelos professores Erika Teles (presidente) e Emerson Santos (vice-presidente) foi eleita para administrar a entidade no biênio 2024/2025.

Duas chapas estiveram concorrendo à eleição para definir a nova administração. Chapa 1 - Caatinga Trekkers: Évisson São Leão Azevedo (Presidente) e Éverton Brito Santos (Vice-presidente) na Chapa 2 - Calangos do Sertão: Erika Teles Cordeiro Mineiro (Presidente) e Emerson Santos dos Anjos (Vice-presidente).

Em entrevista exclusiva para o jornal Folha do Estado da Bahia, a feirense Erika Teles, nova gestora da Federação Baiana de Orientação (FBO), contou porque decidiu se candidatar à presidência da entidade. "A decisão de me candidatar foi o fato de acreditar que posso fazer a diferença na FBO e contribuir positivamente para a comunidade orientista, ou seja, as pessoas que praticam o esporte de orientação. Tenho paixão pelo esporte e já vinha me dedicando à causa há algum tempo e acho que assumir a presidência da FBO é uma ótima maneira de fazer isso em grande escala. Além disso, quero ser uma voz para aqueles que podem não ter a oportunidade de se fazer ouvir".

"Acredito que a importância de ter, novamente, uma mulher na presidência de um esporte como esse é imensa. Além de trazer uma perspectiva diferente e enriquecedora para a gestão esportiva, representa um avanço na quebra de estereótipos de gênero e na promoção da igualdade no cenário esportivo. Já tivemos à frente da FBO uma mulher, no ano de 2014. Dez anos depois, o cenário mudou e a luta deve ser recomeçada. Ao assumir a presidência, não só estarei inspirando outras mulheres e meninas a se envolverem no esporte, mas também poderei implementar políticas e programas que visem à inclusão, capacitação e desenvolvimento das atletas, técnicas e dirigentes do segmento. O objetivo é contribuir para uma maior representatividade feminina em competições, comitês e tomadas de decisão, promovendo um ambiente mais diversificado e equitativo", acrescentou.

Perguntada sobre o que vai mudar para a orientação feirense, com a formação da nova diretoria, Erika Teles pontuou. "Para Feira de Santana, minha eleição pode representar uma nova era para a Orientação na nossa cidade. Mas não posso perder de vista todos os outros municípios. Hoje, a orientação se estabeleceu nas cidades de Feira de Santana e Salvador. A interiorização do esporte será de grande importância para o cenário baiano e para o próprio cenário nacional, pois a Bahia é muito grande e com certeza temos grandes talentos ainda sem serem descobertos. O diálogo com a Federação Baiana de Esporte Escolares e com a Secretaria de Educação do Estado já tinha sido iniciado, bem antes de me candidatar, apenas como atleta, inclusive com a nossa proposta de inclusão da modalidade nos Jogos Escolares Baianos de 2024, além do apoio que a FBO já possuía da Sudesb para o fomento do esporte".

A nova presidente da FBO, também revelou os planos para o biênio 2024/2025 frente à entidade. "Como presidente da federação, pretendo trabalhar para aumentar a visibilidade e o interesse pelo esporte na região, promovendo eventos, treinamentos e programas de desenvolvimento. Além disso, buscarei parcerias com escolas, clubes e instituições locais para expandir a prática da corrida de orientação entre diferentes grupos etários. Minha eleição pode significar um impulso significativo para a comunidade da Orientação, trazendo mais oportunidades e crescimento para todos os envolvidos. O trabalho não é fácil, pois dois anos é pouco tempo para alcançar os nossos desejos, mas já será o suficiente para darmos início a esta expansão do esporte".

Já com relação à escolha do profissional de educação física Emerson Santos para ser o vice-presidente da chapa, Erika Teles foi objetiva. "Emerson Santos é um grande nome na Orientação baiana. Por muitos anos esteve à frente do Clube de Orientação de Camaçari, o COCA. Ele é um dos pioneiros do esporte, além de ser muito querido por todos os atletas. Sempre atuante, pois ocupa diversas funções na gestão do esporte na Bahia. Ele é árbitro, mapeador, traçador de percurso, apurador e atleta da elite H21E. Extrema competência, não poderia ser diferente a minha escolha para compor a chapa para essa eleição, sem falar que é um amigo querido, em quem eu confio plenamente. Estou certa que iremos desenvolver um belo trabalho nesses próximos dois anos", finalizou.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 24 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/