Santos planeja reestruturação financeira para enfrentar desafios na Série B

Esportesredução de gastos

Santos planeja reestruturação financeira para enfrentar desafios na Série B

Nova diretoria sob comando de Marcelo Teixeira busca ajustar orçamento diante da realidade na segunda divisão do Brasileirão 

Crédito: Reprodução/Santos

O Santos, após o doloroso rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, enfrenta o desafio de reorganizar suas finanças para se adequar à nova realidade. Sob a liderança do presidente eleito Marcelo Teixeira, a nova diretoria do clube concentra esforços na redução dos gastos relacionados ao futebol profissional.

Atualmente, a folha salarial do Santos ultrapassa a marca dos R$ 11 milhões. A meta da gestão recém-eleita é ambiciosa: reduzir pela metade esse valor para a próxima temporada, estabelecendo um teto de R$ 5 milhões. Embora os dirigentes considerem um valor ideal ligeiramente inferior, a distância até alcançá-lo ainda é considerável.

Desde o rebaixamento para a Série B, o Santos ainda não negociou ou emprestou nenhum jogador do seu elenco. Embora Soteldo tenha negociações avançadas com o Grêmio para a próxima temporada, outros jogadores com salários elevados permanecem na equipe, precisando ser negociados ou passar por uma readequação.

O volante Tomás Rincón, por exemplo, cujo contrato ia até o final de 2024, aceitou reduzir seus salários para permanecer no Santos.

A proposta da nova diretoria é estabelecer R$ 350 mil como teto salarial para todos os jogadores do elenco. Contudo, muitos dos atletas já presentes no Santos teriam que ajustar drasticamente seus vencimentos para se enquadrarem. Portanto, a permanência dos jogadores mais caros na Vila Belmiro em 2024 é considerada muito improvável, como no caso de Marcos Leonardo, que recebe mais de R$ 500 mil.

Em busca de reforços, o Santos, no mercado, tem informado a empresários que não ultrapassará esse teto salarial em 2024. O clube negocia atualmente com o atacante Willian Bigode, que está livre após atuar pelo Athletico.

Para atingir as metas financeiras e se readequar, o Santos buscará interessados em seus jogadores, seja para negociar empréstimos ou vendas. Além disso, o clube iniciará conversas com outros atletas que manifestem interesse em permanecer, avaliando se concordam com as novas condições diante do rebaixamento para a Série B. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 22 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/