Análise do Senai comprova qualidade da água e de efluentes da Embasa

GeralInstituto de Tecnologia

Análise do Senai comprova qualidade da água e de efluentes da Embasa

Estudo observou controle de qualidade 

Crédito: Paty Araújo
O Instituto Senai de Tecnologia atestou, após a conclusão de seu programa de ensaios de proficiência (PEP), a precisão das análises de amostras de água tratada e de efluentes sanitários realizadas no laboratório central da Embasa, em Salvador, e nos laboratórios regionais de Barreiras, Feira de Santana, Irecê, Santo Antônio de Jesus, Caetité, Itabuna, Jequié, Itamaraju e Vitória da Conquista, no interior do estado. Os resultados, que alcançaram 100% de conformidade para todos os laboratórios, comprovam o excelente controle de qualidade da água distribuída à população atendida e dos efluentes resultantes do tratamento de esgoto.

"Alcançamos resultados satisfatórios em todos os 24 parâmetros que participamos, incluindo análises físico-químicas e bacteriológicas em amostras de água tratada e efluentes. Para os parâmetros etilbenzeno e cobre, alcançamos o melhor resultado entre todos os participantes. Este desempenho reflete a qualificação técnica das equipes dos laboratórios de Salvador e do interior do estado e é fruto dos grandes investimentos em melhorias estruturais promovidas pela Embasa em todos os laboratórios de controle de qualidade", comemora Júlio César Mato Grosso, supervisor da Gerência de Controle e Qualidade da Água da Embasa.

Os Ensaios de Proficiência, regulados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), são considerados as ferramentas mais importantes para aferir a confiabilidade dos laboratórios e consistem na comparação do desempenho técnico de laboratórios de todo o Brasil, por meio das análises de amostras de água tratada e efluentes enviadas por um provedor, neste caso, o Instituto Senai de Tecnologia.

A portaria de potabilidade da água vigente (PRC nº 05/2017) determina que as análises laboratoriais para controle da qualidade da água para consumo humano podem ser realizadas em laboratório próprio, desde que estes comprovem a existência de sistema de gestão da qualidade, conforme os requisitos especificados na NBR ISO/IEC 17025 (Art.: 20). Já a NBR ISO/IEC 17025 exige dos laboratórios de controle da qualidade que monitorem o seu desempenho por meio de comparação com resultados de outros laboratórios, incluindo a participação em ensaios de proficiência.

"O resultado alcançado serve para demonstrar a confiabilidade dos resultados analíticos produzidos pelos laboratórios de controle da qualidade da Embasa, possibilitando a tomada de ações e decisões assertivas, visando elevar a qualidade dos serviços prestados no estado. O resultado vai além do cumprimento de exigências legais, regulatórias e normativas, ele qualifica os laboratórios de controle da qualidade os direciona para avançar no processo de acreditação junto ao INMETRO", destaca o gerente de Controle de Qualidade da Embasa, Fabrício Tourinho. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 05 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/