Após sumiço de documentos, corpo é liberado no Hospital Clériston Andrade

Geral'Problemão'

Após sumiço de documentos, corpo é liberado no Hospital Clériston Andrade

A família de Edmundo registrou um boletim de ocorrência

Crédito: Divulgação

Edmundo dos Santos morreu no sábado (16), em hospital de Feira de Santana, mas o corpo só foi liberado para a família nesta terça-feira (19).

Após sumiço de documentos, corpo de homem é liberado em hospital no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana, mas a família estava impedida de fazer enterro.

O HGCA liberou o corpo do homem que morreu na unidade, mas não pôde ser enterrado porque teve os documentos perdidos. A liberação aconteceu na terça-feira (19), três dias após a morte de Edmundo dos Santos, de 61 anos.

A família de Edmundo afirma que ele foi internado com cirrose e que os documentos foram entregues no hospital, dentro de uma mochila que também continha roupas e o celular do paciente. No entanto, os itens não teriam sido mais vistos.

O velório aconteceu no mesmo dia, em um cerimonial no bairro da Ceilândia, e o enterro está marcado para quarta-feira (20), no cemitério Jardim Celestial, em Feira de Santana.

A família de Edmundo registrou um boletim de ocorrência contra a unidade de saúde. Em nota, a Polícia Civil informou que a ocorrência foi registrada na 1ª Delegacia Territorial de Feira de Santana e que as investigações estão em fase inicial.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 21 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/