Dia das Mães: comércio amplia horário e espera aumento de até 7% nas vendas

Dia das Mães: comércio amplia horário e espera aumento de até 7% nas vendas

Lojas abrem em horário especial a partir desta quarta (8).

Foto: Izinaldo Barreto/ Secom PMFS

A partir desta quarta-feira (8), o comércio de Feira de Santana vai funcionar em horário especial, em decorrência do Dia das Mães, celebrado no próximo domingo (12). De hoje até sexta (10), as lojas do centro comercial estão autorizadas a funcionar até as 20h.

No sábado, véspera da data comemorativa, a abertura das lojas será estendida até as 18h. Já os estabelecimentos localizados bairros e shoppings centers definem livremente o horário de funcionamento.

Em entrevista ao Folha do Estado, o presidente do Sindicato do Comércio de Feira de Santana (Sicomfs), Marco Silva, afirmou que o crescimento nas vendas pode ser de até 7%, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

"Os estudos realizados pelo departamento de economia da Fecomércio indicam um crescimento nas vendas entre 5 a 7%, baseado na queda do desemprego, na melhoria da renda das famílias e na diminuição do endividamento. O comércio, de modo geral, está muito preparado. Não temos mais aquela dificuldade que a gente tinha de suprimentos da época da pandemia, estamos em um período de estabilidade das indústrias, dos fornecedores e também a gente tem uma equipe que está sendo bem treinada. O comércio de Feira de Santana vem crescendo acima da média do Brasil e da Bahia", afirmou Marco Silva.

Ele destacou que o Dia das Mães representa a segunda maior data de vendas do comércio.

"O Dia das Mães é um período muito importante para o varejo. Eu diria que é a segunda data, considerando-se que dá abertura às vendas de meio de ano. Depois do Dia das Mães a gente já tem logo à frente o Dia dos Namorados e o São João. A gente tem esse benefício de estar no Nordeste, pois é uma época festiva, de fartura; o clima, as chuvas têm ajudado, então a produção da agricultura familiar, tudo isso significa mais renda para Feira de Santana e região", salientou.

Comércio nos bairros

Outro ponto a ser destacado em relação à economia feirense, segundo o presidente do Sicomfs, é o crescimento do comércio nos bairros mais afastados do centro comercial.

"Esse ecossistema faz com que a cidade tenha um comércio considerado como um dos melhores do Brasil, pela quantidade de oferta de produtos muito competitivos e variedades. (...) Nós temos o comércio nos bairros que é outra força. Hoje todos os grandes bairros de Feira de Santana têm vida própria, um comércio muito forte e dinâmico. Toda essa conjuntura traz um crescimento sustentável", avaliou.

Emprego e renda

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Feira de Santana também aposta em um crescimento acima de 6% nas vendas este ano, comparado a 2023.

"É um período que fortalece muito o nosso comércio, com mais geração de emprego e renda. Os nossos lojistas preparam muito bem os seus estabelecimentos para receber o consumidor e contamos sempre com a valorização do público, para seguirmos proporcionando crescimento à nossa cidade", assinalou o presidente da CDL, Juscelino Brito, à imprensa. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 22 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/