Em tratamento contra o câncer, gestante inspira seguidores nas redes sociais

GeralFeira de Santana

Em tratamento contra o câncer, gestante inspira seguidores nas redes sociais

Aos 24 anos, auxiliar contábil busca manter gravidez saudável enquanto faz quimio. 

Foto: Eliab Alves

No sétimo mês da primeira gestação, a auxiliar contábil Gabrielle Brandão, moradora do Conjunto Feira VII, em Feira de Santana, conta os dias e as horas para finalmente poder segurar sua bebê no colo e declarar: 'Vencemos'. 

Aos 24 anos de idade, a gestante trava uma batalha diária para manter sua filhinha saudável no ventre, ao mesmo tempo em que realiza o tratamento de quimioterapia na luta contra o câncer de mama.

"Ela que me dá força para continuar e levar adiante com fé", revelou Gabrielle Brandão, em entrevista ao Folha do Estado.

De acordo com a auxiliar contábil, ela descobriu a gestação em outubro do ano passado durante exames de imagens, que confirmaram a presença de um nódulo em um dos seios. Ao realizar a tomografia, veio o susto: Gabrielle estava grávida de quase 12 semanas.

Foto: Arquivo Pessoal

"Quando eu descobri o nódulo, eu já estava grávida, porém não sabia. O nódulo estava aumentando e a partir daí fui fazer os exames de ressonância, tomografia, cintilografia e através daí vim descobrir a gestação", contou.

Com o diagnóstico de câncer em mãos, Gabrielle Brandão foi aconselhada a não levar a gestação adiante, por risco à saúde do feto e a possibilidade de problemas futuros com a criança, em virtude da quimioterapia. Apesar do medo inicial, a feirense se muniu de fé e resolveu encarar o tratamento, preservando a vida do bebê.

"Enfrentar a doença e ao mesmo tempo manter Aurora saudável no início parecia ser um grande desafio, na verdade é um desafio, porém hoje eu levo com mais leveza. Eu digo que Aurora veio no momento certo, mas no início eu não compreendia o porquê. Eu digo que ela que me dá força para continuar. Aurora está se desenvolvendo bem e crescendo perfeitamente, e ela me dá mais leveza para seguir adiante."
Foto: Eliab Alves

Inspiração na Internet

Em meio a tantos desafios, Gabrielle Brandão percebeu que através da sua história outras pessoas poderiam ser impactadas. Ela passou, então, a gravar vídeos e publicá-los no Instagram (@gxbrandao), mostrando de forma leve e bem humorada a sua rotina diária, as sessões de quimioterapia e trazendo mensagens de fé aos seguidores.

Os vídeos logo viralizaram e a gestante já está próxima de alcançar a marca de 10 mil seguidores no Instagram.

"O primeiro vídeo que eu publiquei no Instagram, não imaginei que teria a repercussão que teve. Naquele dia, eu estava bastante triste e falei para mim mesma que tinha que começar a dar risada disso tudo. Resolvi gravar esse vídeo e postar com a intenção de que irei rir lá na frente depois que tudo isso passar e que outras pessoas vejam e deem risada também, e assim foi. Pessoas me procuraram para contar suas histórias, que passarem pela mesma situação que eu estou passando hoje e conseguiram vencer. Ver esses relatos me dá força, porque deu certo com essas pessoas", celebrou.

Segundo Gabrielle, ela pesquisou diversos perfis que tratavam sobre temas parecidos com o seu nas redes sociais, mas todos eram muito focados na doença, e ela pretendia fazer algo diferente e trazer um pouco de alegria e esperança para os seus seguidores, mesmo passando por uma situação difícil.

"Por mais que a situação seja difícil nós temos que sorrir e encontrar algo que nos fortaleça. A gente vê tantas pessoas debilitadas, desistindo de suas próprias vidas por coisas fúteis, e quando vem o diagnóstico de um câncer também se entregam. Já outras pessoas levam no riso, mostrando uma situação diferente. Isso pode animar outras pessoas, trazer força e esperança."
Foto: Eliab Alves

Preparando o enxoval

Com a expectativa para a chegada de Aurora, os preparativos do enxoval já estão a todo vapor.

"Já começamos a lavar as roupinhas. Como a quimioterapia pode afetar o crescimento do bebê e o ganho de peso dentro da barriga, então foi tudo deixado encaminhado, porque o bebê poderia vir antes, nascer prematuro, e também poderia se fazer o parto com 34 semanas. Como já estou com 32 semanas tive que adiantar tudo", relatou.

Para a auxiliar contábil, seu maior sonho no momento é que tudo acabe e ela possa aproveitar muito a sua filha.

"Nesse momento meu maior sonho é que tudo isso acabe e eu consiga sair dessa, ter bastante saúde, conseguir viajar, pois a gente nesse momento fica vulnerável a tudo, com a imunidade baixa, e não é possível sair para lugar nenhum, nem ter contato com ninguém. Então o contato que eu tenho com pessoas é só quando venho fazer a quimioterapia ou vou a alguma consulta. Quero que tudo isso passe, para eu poder aproveitar a minha filha, carregar ela no colo, e dizer que tudo isso passou e nós vencemos", afirmou.

O apoio da família tem sido fundamental para Gabrielle e seu esposo. "Foi um baque para todos logo no início, até porque eu não tinha nenhum caso de câncer na família, e eu fui a primeira. Quando a gente soube de Aurora é que veio a animar todo mundo. Então foi essencial o apoio de cada um deles, a força que eles me transmitem", completou.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 15 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/