Entidades classistas e políticos discutem aeroporto de Feira de Santana

GeralReunião

Entidades classistas e políticos discutem aeroporto de Feira de Santana

O aeroporto tem sido tema de duras críticas e debates 

Crédito: Mário Sepúlveda/FE

Deputados federais, estaduais, agentes do governo municipal e empresários se uniram na noite da última quinta-feira (7), para uma discussão sobre o aeroporto de Feira de Santana. Localizado a 12 quilômetros do centro da cidade, o Aeroporto de Feira de Santana foi fundado em 1985, mas só passou a receber voos comerciais em 2014 e atualmente está parado.

O aeroporto Governador João Durval Carneiro tem sido tema de duras críticas e debates nos últimos anos, e ciente da importância deste para Feira de Santana, a Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana (ACEFS) resolveu realizar um encontro com as forças regentes da cidade e iniciar o diálogo que pode resolver a situação do aeroporto de Feira.

"A associação está abrindo uma discussão sobre o tema, não se conhece mais uma cidade no porte de Feira, cuja influência esteja presente em mais de 100 cidade em seu entorno, e tem a influência que tem, não ter um aeroporto. Todas as vias que se precisa ir ou vir em Feira atualmente, é necessário irmos à salvador. Portanto, é importante para o desenvolvimento de Feira a utilização do aeroporto, fomentando o desenvolvimento da nossa cidade", argumentou o presidente da ACEFS, Genildo Melo.

Estiveram presentes na reunião: Fernando de Fabinho, vice- -prefeito de Feira de Santana, Luiz Mercês, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Genildo Melo, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana (ACEFS), os deputados federais José Neto e Dayane Pimentel, os deputados estaduais Angelo Almeida e Carlos Geilson, além de Sérgio Carneiro, secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

Mesmo aplaudida a iniciativa, o vice-prefeito de Feira, Fernando de Fabinho, afirmou que estudos são necessários para atestar a viabilidade do aeroporto. "É uma iniciativa boa, mas, precisamos antes de tudo estudar o aeroporto, contactar empresas, Estado, Prefeitura, os dois juntos, os empresários, ou abrir condição para que investidores estudarem e vejam se é viável mesmo. Eu garanto que se tiverem resultados, será automaticamente colocado em ação, dinheiro tem no mundo, mas precisamos provar que dá resultado antes de tudo", explicitou o vice-prefeito de Feira.

O estudo da área é necessário para a confiança do governo municipal. "Nós só acreditamos depois de um estudo técnico que viabilize economicamente o aeroporto. A prefeitura não se furtará de parcerias para tornar viável, o governo do estado também não, o que precisamos é de uma resposta técnica", reiterou.

O deputado federal Zé Neto por sua vez, falou sobre a ampliação da área. "É preciso que a prefeitura também se envolva no assunto porque é um assunto de todo mundo, a prefeitura não ajuda em nada, só faz reclamar. Quando nós chegamos aqui encontramos o aeroporto fechado, estava proibido de funcionar, a gente reestruturou, teve um azar que foi a confusão com a empresa que tinha ganhado a licitação, depois veio essa crise com a pandemia, mas já tivemos por duas vezes voos regulares e agora estamos retomando esses voos, mas o fato é que precisa de uma reestruturação desse assunto e é bom que todo mundo se envolva. A questão da ampliação depende da comercialização de linhas, tem que se pensar estruturalmente", disse.

Genildo Melo afirmou que todos os presentes podem construir diálogo. "Entendemos que nos governos temos pessoas capazes de formar entendimento para que possamos criar possibilidade para começar a operar o aeroporto o mais rápido possível. Mesmo com opiniões antagônicas, convidamos todos os entes que regem Feira, pretendemos sair daqui com formalização de alternativas para o aeroporto. Existe a necessidade e em breve, teremos o nosso aeroporto funcionando", declarou.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 14 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/