Feira de Santana participa do Alimenta Cidades, em Brasília

GeralAções e programas

Feira de Santana participa do Alimenta Cidades, em Brasília

Encontro tratou sobre a segurança alimentar de famílias em vulnerabilidade.

Foto: Divulgação/ Sedeso

Feira de Santana foi um dos três municípios baianos [além de Salvador e Vitória da Conquista] contemplado para participar do I Encontro da Estratégia Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) nas Cidades - Alimenta Cidades, realizado na terça-feira (14) e nesta quarta-feira (15), em Brasília (DF). Estiveram reunidos representantes de 60 cidades brasileiras no total.

Durante o encontro foram discutidas adoção de ações e programas que possibilitem o acesso, a oferta e a disponibilidade de alimentos saudáveis para a população mais vulnerabilizada. Representando Feira marcaram presença o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Denilton Brito, o diretor de Planejamento e Gestão, Caique Barreto, e o diretor de Segurança Alimentar, Antônio Soares.

A iniciativa foi viabilizada através de uma parceria entre os ministérios das Cidades e do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, com apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura e do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura.

Na oportunidade foi sugerido para os municípios que realizem o diagnóstico da situação alimentar do seu território, ofertando alimentos saudáveis nos equipamentos públicos, redução das perdas e desperdícios de alimentos, bem como abordar sobre educação alimentar e nutricional com a comunidade.

O titular da pasta, Denilton Brito, afirma que a participação nesse encontro vai fortalecer as ações da assistência social que Feira de Santana tem buscado implementar para atender as necessidades das famílias em situação de vulnerabilidade e risco social, sobretudo para que tenham segurança alimentar e nutricional.

"Atualmente já temos implantado no município o PAA Leite, com distribuição desse alimento diariamente às famílias em situação de vulnerabilidade assistidas pelos equipamentos da assistência social, e o Restaurante Popular, onde são servidas mil refeições por dia no valor de R$ 2".

Ainda de acordo com o secretário de Desenvolvimento Social, a Prefeitura de Feira tem dito um olhar de atenção também à população em situação de rua, com acompanhamento e oferta de serviços de acolhimento, alimentação e acesso à saúde, bem como aos migrantes que estão residindo no município.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/