'Minha Casa': Habitação estima três mil unidades abandonadas em Feira de Santana

GeralAbandono

'Minha Casa': Habitação estima três mil unidades abandonadas em Feira de Santana

A estimativa de mais de 3 mil imóveis desocupados é alarmante

Crédito: Reprodução

A secretária de Habitação, Cíntia Machado, trouxe à tona uma preocupação alarmante: mais de três mil imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida estão abandonados na cidade e poderiam ser reabilitados e disponibilizados para famílias em condições adequadas de moradia. Durante entrevista ao De Olho na Cidade, também foram discutidos temas como a lista de espera e a abertura de novas inscrições.

Cíntia Machado revelou que desde que assumiu o cargo, tem se empenhado em convencer a Caixa a retomar esses imóveis abandonados, visando entregá-los ao município e realocar novas famílias que realmente necessitam de moradia. A secretária afirmou ter realizado diversas ações nesse sentido, inclusive reuniões com a Secretaria Nacional de Habitação, com o objetivo de viabilizar essa retomada.

A situação dos imóveis abandonados é um problema que precisa ser enfrentado com urgência. A estimativa de mais de 3 mil imóveis desocupados é alarmante, considerando a quantidade de pessoas que aguardam por uma oportunidade no programa Minha Casa Minha Vida. A reabilitação desses imóveis não apenas proporcionaria moradia digna para famílias em condições precárias, mas também ajudaria a reduzir a lista de espera.

Além disso, durante a entrevista, Cíntia Machado abordou a questão da lista de espera, informando que, embora cerca de 30% dos inscritos tenham sido contemplados na última edição do programa, ainda existe um número considerável de pessoas aguardando pela oportunidade. Ela ressaltou que, ao longo do tempo, algumas pessoas podem ter falecido ou mudado de cidade, o que pode ter reduzido a lista, mas ainda há um percentual significativo de pessoas na espera.

Quanto à abertura de novas inscrições, a secretária explicou que o processo está em andamento, mas depende do Ministério em Brasília, responsável por selecionar as empresas que irão construir os novos empreendimentos. Somente após essa etapa, as inscrições poderão ser abertas. Cíntia Machado destacou que a comissão criada pelo prefeito está empenhada em encontrar a melhor forma de realizar as novas inscrições, garantindo que o processo seja eficiente e sem problemas para os interessados. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 29 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/