Projeto 'Repense Reuse' promove desenvolvimento sustentável e economia circular

GeralFeira de Santana

Projeto 'Repense Reuse' promove desenvolvimento sustentável e economia circular

Saiba onde coletores do projeto estão disponíveis em Feira de Santana

Crédito: Divulgação
A Organização Humana Povo Brasil, instalou coletores de roupas, calçados e acessórios, em ponto de Feira de Santana, cujo objetivo é promover a economia circular é um conceito que enxerga o consumo dentro de uma lógica cíclica estendendo a vida útil dos produtos. De acordo com a Humanas, o projeto "Repense Reuse", pretende aplicar o desenvolvimento sustentável, através do aproveitamento do produto têxtil, criando alternativas e lógicas produtivas sustentáveis em Feira de Santana, Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Mata de São João e até em Brasília (DF).

"Realizamos as coletas semanalmente, quinzenalmente e mensalmente com uma equipe de logística própria. A relação de parceria pública e privada é através da cessão de espaços para instalação dos contêineres. Como forma de viabilizar espaços para os contêineres, firmamos parceria com o governo da Bahia, através do programa Bahia + Verde, para coletas em locais públicos. Da iniciativa privada deriva nosso maior apoio, através da cessão de espaços para instalação dos nossos contêineres. Temos parcerias com shoppings, redes de supermercados, centros universitários, postos de combustíveis e condomínios", explica Claudia Andrade, gestora de implementação do projeto Repense Reuse, da Humana Brasil.

A gestora diz ainda que realiza as coletas de acordo com o resultado apresentado em cada ponto. Para isso, tem um sistema que gera um cálculo de quilos em cada contêiner e provisiona as datas para coletas, cuja margem de erro é mínima.

"Realizamos diariamente, em nosso Centro de Triagem, uma curadoria das peças coletadas, classificando-as por estado de conservação dos têxteis. As peças favoráveis para revenda são encaminhadas para as lojas Humana Secondhand e as demais peças são estocadas para serem destinadas à reciclagem. Dessa forma, fazemos a economia circular, prolongando a vida útil de produtos têxteis e, o mais importante, destinando 100% dos recursos obtidos a projetos comunitários executados, pela Humana, na Bahia e no Brasil", detalha.

Andrade salienta que o Repense Reuse não é um projeto apenas da Humana e sim da sociedade. "O executamos com um propósito forte que impacta positivamente a vida das pessoas nas grandes esferas de nossas vidas: a ambiental, a social e a econômica. Propagando essas vertentes, podemos afirmar, através das toneladas arrecadadas desde a implantação do projeto, que a sociedade baiana tem acolhido bem a mensagem que queremos passar, principalmente porque trabalhamos com transparência, expondo através dos nossos meios de comunicação como impactamos vidas nas comunidades que fazem parte dos projetos sociais da Humana, inclusive na região de Feira de Santana".
Crédito: Divulgação

Mercado da Moda

A organização, a convite de shoppings, realiza exposições do projeto, através de loja pop-up. "Causou grande impacto e foi uma excelente experiência para o público entender a importância da prática da circularidade na economia e conhecer qual a interligação da ação de coletas de roupas de segunda mão com a finalidade 100% social dos recursos gerados".

A ativista ressalta que trazer esse conceito para o Brasil no modelo de coletas, foi um grande desafio e conta também que tiveram a metodologia de curadoria própria estudadas e compartilhadas com a Humana de outros países da Europa.

"Ainda precisamos de muito apoio da iniciativa pública para que esse trabalho se propague e a sociedade entenda a importância da preservação de recursos já produzidos pela indústria têxtil e os impactos ambientais e sociais que causam. Vender roupas de segunda-mão não se trata apenas de expô-las em um brechó. Nós realizamos a gestão responsável do têxtil. Temos metodologia de curadoria própria estudadas e compartilhadas com a Humana de outros países, a exemplo da Itália, Espanha e Inglaterra. Nossas lojas são seconhand e, nelas, eliminamos o estereótipo de que roupa usada é lixo. Temos um padrão de excelência no atendimento à exposição das roupas e a comunidade como um todo têm aderido bem ao nosso jeito "Muito Humana" de vender. Recebemos pessoas, diariamente, de todas as classes, e geramos inclusão socioeconômica proporcionando a compra de peças, em perfeita conservação e de alta qualidade, a preços que variam de 3 a 35 reais", diz.

Confira onde os coletores do projeto estão disponíveis em Feira de Santana:

SHOPPINGS CENTERS
• Shopping Boulevard Feira - Feira de Santana - estacionamento G1

CENTRO UNIVERSITÁRIO
• UEFS - Universidade Estadual de Feira de Santana
• UNEX - Centro Universitário de Excelência

SUPERMERCADOS | MERCADOS
• Atakadão Atakarejo - Feira de Santana

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 18 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/