Polícia resgata brasileiras mantidas como escravas sexuais na Espanha

InternacionalInvestigação

Polícia resgata brasileiras mantidas como escravas sexuais na Espanha

Cinco suspeitos foram presos

Crédito: Divulgação

A Polícia Nacional da Espanha, em colaboração com a Polícia Federal brasileira, libertou cinco brasileiras vítimas de um esquema de escravidão sexual internacional na cidade de Almoradí, na província de Alicante. Cinco suspeitos foram presos.

Segundo a polícia espanhola, as brasileiras chegaram ao país para trabalhar como faxineiras, mas foram forçadas à prostituição para "pagar a suposta dívida contraída durante a viagem".

As vítimas eram monitoradas 24 horas por dia com câmeras, e não podiam descansar ou negar clientes. Além disso, tinham de pagar aluguel, comida e água aos chefes do esquema.

Os traficantes sexuais "aproveitaram as crenças religiosas das vítimas para conseguirem lealdade absoluta" das brasileiras, o que teria ocorrido por meio de rituais, altares e oferendas, segundo a Polícia Nacional da Espanha.

O UOL entrou em contato com a Polícia Federal do Brasil, mas ainda não recebeu retorno. O espaço segue aberto para manifestação. 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 26 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/