Juíza que gritou testemunha em audiência pede afastamento para tratar saúde

BrasilSanta Catarina

Juíza que gritou testemunha em audiência pede afastamento para tratar saúde

Kismara Brustolin ficou conhecida após exigir ser chamada de 'excelência'

Credito: Reprodução de vídeo

De acordo com a coluna de Leonardo Sakamoto no UOL, a juíza substituta Kismara Brustolin, do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (TRT-SC), pediu afastamento do trabalho nesta quarta-feira (29) para tratar sua saúde.

A coluna de Sakamoto aponta que falou com colegas de trabalho e pessoas próximas à magistrada que afirmaram que "Kismara Brustolin é uma profissional dedicada, mas realiza tratamento para problemas de saúde mental". Segundo eles, "ela tem transtorno bipolar diagnosticado e conta com acompanhamento médico". A juíza chegou a ficar quase 24 meses afastada, entre idas e vindas, em um período de cerca de cinco anos.

Sakamoto acrescenta que depois foi solicitada sua readaptação funcional. No retorno, permaneceu afastada de audiências com o público, dedicando-se a despachos e sentenças por um ano. Passou, então, por um procedimento de avaliação, e um laudo de uma junta com três médicos a considerou apta a reassumir todas as funções. Em nota, o TRT-12 confirmou o afastamento da juíza.

"A suspensão da realização de audiências deverá ser mantida até a conclusão do procedimento apuratório de irregularidade ou eventual verificação de incapacidade da magistrada, com o seu integral afastamento médico."

Nesta quarta-feira (29), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou que irá apurar a conduta da juíza Kismara Brustolin, durante audiência em que gritou com uma testemunha.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 26 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/