Começa sondagem da Ponte Salvador-Itaparica em águas rasas

MunicípiosSalvador

Começa sondagem da Ponte Salvador-Itaparica em águas rasas

Com aval da Marinha, etapa inicia perfurações a 10m de profundidade 

Foto: Kiko Silva/Consórcio Ponte Salvador-Itaparica

A construção do Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Itaparica avançou para uma nova fase nesta terça-feira (11), com o início das perfurações para sondagem em águas rasas, ou seja, até 10 metros de profundidade. Este é um passo crucial para a concretização do projeto e começou no lado de Vera Cruz. A seguir, a plataforma que realiza os furos percorrerá o trecho de 1,5 km da margem de Salvador.

Nesta etapa, a sondagem é feita por uma perfuratriz acoplada a uma plataforma estilo Jack Up, que possui uma estrutura maior devido à complexidade do processo. Serão realizados 22 furos em lâmina d'água de até 10 metros de profundidade. A sondagem envolve a coleta de amostras do solo marinho no local onde serão instalados os pilares da ponte. Esses materiais serão analisados por laboratórios especializados, que fornecerão relatórios detalhados sobre o solo da área. Essa atividade teve início em terra no dia 31 de janeiro deste ano, em Vera Cruz.

Para garantir a segurança no mar, tanto para as embarcações em trânsito quanto para os profissionais envolvidos na sondagem, a plataforma está devidamente sinalizada com luzes para indicar sua área de atuação, atendendo aos requisitos da Marinha do Brasil. Além disso, a Marinha emite avisos aos navegantes antes da movimentação das embarcações e dos equipamentos envolvidos na sondagem, para orientar a comunidade marítima local e garantir a segurança da navegação na Baía de Todos-os-Santos.

O Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Itaparica será um novo vetor de distribuição de renda e impulsionará a economia de toda a Bahia, gerando sete mil empregos. Beneficiará 10 milhões de baianos em cerca de 250 municípios. Este grande investimento promoverá o desenvolvimento econômico atraindo novos empreendimentos em áreas como logística, indústria, comércio, serviços e mercado imobiliário. O novo sistema também impulsionará de forma sustentável o turismo na Bahia, pois a distância entre Salvador e importantes zonas turísticas do estado, como o Sul e Baixo Sul, será reduzida em mais de 100 km.

Além da ponte de 12,4 km sobre o mar, a maior da América Latina, serão construídos novos acessos viários em Salvador e Vera Cruz. Na capital, serão 4 km de nova estrutura entre a região da Calçada e Água de Meninos, composta por um conjunto de viadutos e dois novos túneis paralelos aos da Via Expressa. Em Vera Cruz, o fluxo de veículos oriundos da ponte será direcionado para uma nova via expressa de 22 km, que será construída na região de Mar Grande e seguirá até as proximidades de Cacha Pregos. Será duplicado um trecho de 8 km da BA-001 desde Cacha Pregos até o início da Ponte do Funil, finalizando a área de atuação da Concessionária.

Esse investimento de aproximadamente R$ 9 bilhões resulta de uma Parceria Público-Privada (PPP) entre o Governo da Bahia e um consórcio chinês composto por dois grandes grupos: China Railway 20th Bureau Group Corporation (CR20) e China Communications Construction Company (CCCC), ambos entre os maiores do mundo no setor de construção e infraestrutura. O contrato assinado em novembro de 2020 estabelece uma concessão de 35 anos para a construção, operação e manutenção do equipamento. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 14 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/