Reunião geral alinha estratégias e metas das unidades geridas pela Fundação Hospitalar

Saúde e Bem EstarFundação Hospitalar

Reunião geral alinha estratégias e metas das unidades geridas pela Fundação Hospitalar

 Importância da sinergia entre as coordenações e seus respectivos setores

Foto: victória Seixas

 Nesta terça-feira (21) foi realizada a reunião geral com as coordenações de todas as unidades geridas pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana, incluindo o Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher), o Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI) e o Centro Municipal de Prevenção ao Câncer (CMPC). O encontro teve como objetivo principal alinhar estratégias, metas e responsabilidades entre os diferentes setores, promovendo uma comunicação eficiente e um fluxo de trabalho coeso.

Gilberte Lucas, diretora presidente da Fundação Hospitalar, abriu a reunião ressaltando a importância da sinergia entre as coordenações e seus respectivos setores. Ela destacou a necessidade de uma comunicação clara e contínua para garantir que todos estejam cientes de suas responsabilidades e objetivos. "Cada setor tem um papel específico e fundamental no funcionamento das nossas unidades. É essencial que todos entendam suas responsabilidades e colaborem de maneira integrada" afirmou.

Ela também apresentou os resultados das metas estabelecidas anteriormente, comparando-os com a produção real e discutindo o protocolo a ser seguido para melhorar o desempenho. "O retorno das metas e resultados alcançados nos permite ajustar estratégias e aprimorar nossos serviços. O fluxo de trabalho entre os setores deve ser constante e bem definido para evitar gargalos e melhorar a eficiência", acrescentou.

Francisco Mota, diretor geral do Hospital da Mulher, enfatizou a relevância do alinhamento entre coordenadores e seus coordenados. "É de extrema importância que os coordenadores estejam alinhados com seus coordenados. As atividades atribuídas a cada um devem ser claras e bem definidas. Situações adversas sempre irão ocorrer, mas é essencial que todos saibam como proceder em tais circunstâncias. Somos um hospital de baixo, médio e alto risco, e isso requer uma preparação específica e coordenada".

A reunião também abordou as atividades atribuídas a cada setor e as estratégias para lidar com as mais diversas situações. "Precisamos estar preparados para lidar com desafios de forma eficaz e eficiente. A coordenação e o treinamento contínuo são essenciais para garantir que nossos procedimentos sejam seguidos corretamente e que possamos oferecer o melhor cuidado possível aos nossos pacientes," acrescentou o diretor geral.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 24 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/